Governo de Goiás recontrata 2,1 mil comissionados

Servidores integraram grupo de 3,1 mil que tiveram vínculos com o Estado encerrados no dia 28 de fevereiro. Recondução do restante não está descartada

Pedro Henrique Sales, secretário de Administração

O Governo de Goiás renomeou cerca de 2,1 mil servidores comissionados após o fim do vínculo de 3.114 deles no dia 28 de fevereiro. A informação foi confirmada pela Assessoria de Comunicação da Secretaria Estadual de Administração (Sead), na manhã desta quinta-feira, 13, em nota enviada ao Jornal Opção. De acordo com o órgão, “70% dos servidores comissionados que teriam seu vínculo encerrado no dia 28 de fevereiro de 2019 foram reconduzidos aos órgãos em que já estavam lotados”.

A recontratação dos demais não foi descartada pela Sead, que não informou os órgãos de destinos dos comissionados. “As vagas remanescentes poderão ser preenchidas, de forma gradativa, respeitando o compromisso de uma gestão responsável e com foco na prestação de um serviço público de qualidade pelo Governo de Goiás”, diz a nota.

Em fevereiro, o Governo de Goiás havia informado ao Jornal Opção que a determinação era a de cortar linearmente em 30% o número de comissionados na folha do Estado. Em janeiro, havia 6.891 comissionados, ao custo de R$ 28,5 milhões. Em fevereiro, foram 3,8 mil, com gasto de R$ 15,3 milhões.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

RICARDO DIAS CALDEIRA

uai, já tá sobrando dinheiro, já terminou de pagar os salários atrasados? que bom.

Jane Márcia Pereira Maciel

Por favor, Onde encontrar os nomes dos servidores reconduzidos?

Esperança

Esse desgoverno é brincadeira. Entopem os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário de comissionados e depois vêm reclamar dos servidores públicos! Parem de falácias e vão trabalhar!