Governo de Goiás nomeou 500 novos policiais penais

O certame para contratação dos policiais penais contou com 54 mil inscritos. Os candidatos fizeram as provas no dia 24 de novembro de 2019, para lotação nas nove coordenações regionais prisionais do Estado

Cerca de 500 policiais penais passaram a compor o quadro de servidores da instituição em 2021. O novo efetivo foi aprovado no primeiro concurso público realizado na gestão do governador Ronaldo Caiado. Com isso, a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) conta com 4.304 servidores, o que representa aumento superior a 10% no efetivo do órgão.

Os novos convocados foram escalonados para que todos pudessem exercer suas funções de forma segura, respeitando as medidas de prevenções e combate à pandemia. Para o diretor-geral da DGAP, Josimar Pires, os resultados positivos são o reflexo do trabalho de todos os servidores. O superintendente de Segurança Penitenciária, Leopoldo Castro destacou que durante o curso, os novos policiais penais demonstraram ter as habilidades necessárias para a carreira.

O certame para contratação dos policiais penais contou com 54 mil inscritos. Os candidatos fizeram as provas no dia 24 de novembro de 2019, para lotação nas nove coordenações regionais prisionais do Estado. A formação da primeira turma do curso de Formação de Policiais Penais 2021 ocorreu em março, quando os convocados concluíram o curso tanto da parte teórica quanto da parte prática, na base do Grupo de Operações Penitenciárias Especiais (GOPE).

No edital do concurso ficou determinado que 10% das vagas seriam ocupadas por mulheres, que seriam lotadas na Região Metropolitana de Goiânia, Norte, Sudeste, Sudoeste, Noroeste e Centro-Oeste do Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.