Governo de Goiás fixa prazo para secretarias cortarem gastos com transporte pela metade

Até setembro, servidores do poder Executivo terão de substituir o uso de veículos próprios por táxis, por meio do sistema informatizado GO Táxi

Divulgação

As secretarias e demais órgãos públicos do governo de Goiás têm até o dia 8 de setembro para cortarem pela metade os gastos com transporte utilizados em serviços administrativos. A determinação do governador José Eliton consta do Decreto nº 9.243, publicado no Diário Oficial do último dia 8, e não inclui veículos com uso específicos, como viaturas policiais e ambulâncias, entre outros.

A economia virá pela troca de veículos próprios pelo GO Táxi, plataforma que inclui aplicativo para celular, site e central telefônica, e que permite que servidores utilizem táxis em seus deslocamentos durante o serviço. O sistema foi lançado pelo governador José Eliton em maio, já funciona na Secretaria de Gestão e Planejamento e está sendo adotado por outros órgãos. Saneago e Goiás Turismo já deram início ao processo de contratação, que será centralizada pela Segplan.

De acordo com o Decreto 9.243, as secretarias e demais órgãos do governo do Estado têm até o dia 8 de julho para cortar em 25% a despesa com transporte, passando a adotar o Go Táxi. Até o dia 8 de setembro, a redução tem de chegar aos 50%.

No primeiro mês completo de uso do GO Táxi, a Segplan obteve uma economia de aproximadamente 36%. Em março, a secretaria gastou R$ 42.763,41 com transporte. O cálculo inclui o aluguel de veículos e combustível e exclui o salário dos motoristas. Em maio, primeiro mês completo com uso do Go Táxi, esse valor caiu para R$ 27.176,94, sendo R$ 24.045,85 com os veículos próprios e R$ 3.131,09 mil com o novo sistema.

Segundo o secretário de Gestão e Planejamento, Joaquim Mesquita, a redução foi possível graças à devolução de 11 carros alugados pela secretaria, consequente corte no gasto com combustível e compartilhamento de veículos. “O servidor não precisa ter um carro à sua disposição, mas, sim, agilidade em seus deslocamentos”, avalia. Dessa forma, o GO Táxi representa uma nova mentalidade no serviço público e o fim de privilégios.

Além da economia, a plataforma possibilita um controle maior na rotina de trabalho, pois todas as informações do transporte (como horário, itinerário e custo) ficam registradas em uma plataforma online. O gestor tem acesso a todos esses dados em tempo real e pode cancelar viagens que não tenham relação estrita com o trabalho.

O Go Táxi foi lançado oficialmente pelo governador José Eliton em maio. A estimativa é que ele represente uma economia de até R$ 20 milhões em transporte para o Governo do Estado. Na oportunidade do lançamento, o governador determinou que os recursos economizados sejam investidos integralmente em ações de Segurança Pública e Saúde. José Eliton ressaltou, ainda, que o sistema valoriza e representa uma fonte de renda para os taxistas.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.