Governo de Goiás e OVG realizam mais de 2,5 mil atendimentos a entidades sociais

Foram feitas entregas de alimentos, cobertores, cadeiras de rodas e de banho, leite, além de equipamentos de proteção individual, os EPI ‘S

Com a chegada da pandemia do novo coronavírus, as instituições de acolhimento a idosos, crianças e pessoas com deficiência se viram obrigadas a fecharem suas portas para visitação, observando assim uma queda expressiva na quantidade de doações recebidas todos os meses.

Diante disso, o Governo do Estado por meio da Organização das Voluntárias de Goiás, começou a realizar mais doações a esses lares com pessoas em situação de vulnerabilidade. Foram feitas entregas de alimentos, cobertores, cadeiras de rodas e de banho, leite, além de equipamentos de proteção individual, os EPI ‘S. O total foi de 2.456 atendimentos a instituições filantrópicas.

No Abrigo Comendador Walmor, localizado no Jardim Riviera em Aparecida de Goiânia, o auxílio da OVG contribuiu para que 13 idosos que viviam em um abrigo clandestino fossem acolhidos em segurança. Irene Rodrigues Pereira, diretora da instituição, afirma que o dinheiro que é economizado a partir das doações que recebem, pode ser gasto com outros itens de medicação e limpeza, gerando uma melhora na qualidade dos serviços prestados.

A primeira dama do Estado e presidente de honra da OVG, Gracinha Caiado, afirma que o Governo de Goiás se preocupa com a sobrevivência de instituições que realizam atendimentos a pessoas necessitadas, acreditando que o bem-estar coletivo depende disso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.