Governo de Goiás continuará emitindo carteira de trabalho na versão impressa

Gerente do Sistema Estadual de Emprego ressalta que única diferença será o prazo para entrega que passou dos 15 para 45 dias após a solicitação

Foto: Rafael Neddermeyer / Fotos Públicas

Goiás continuará expedindo a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) em formato físico. Segundo informações da governadoria do estado, o modelo tende a continuar até que o Ministério da Economia defina a data final para o fornecimento do papel-moeda específico para sua confecção.

Vale lembrar que a CTPS impressa foi suspensa pela Superintendência Regional do Trabalho em Goiás (SRTB-GO) a partir desta segunda-feira, 6. Porém, as unidades do Sistema Nacional de Emprego (SINE) que atendem nos Vapt-Vupts e em alguns postos ainda continuarão fornecendo o documento.

Conforme explica a gerente do Sistema Estadual de Emprego, da Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds), Alba Jacintho, a diferença é que o novo prazo para entrega passou dos 15 para 45 dias, após ser feita a solicitação em um dos postos. “Devido à diminuição de oferta do papel-moeda por parte do ministério e a redução de 65% no número de servidores que trabalham na montagem e confecção das carteiras.”

Alba ressalta, ainda, os benefícios da CTPS digital, que substituirá a de papel nas contratações. “A carteira digital tem sido muito bem aceita, e com ela o empregador tem condições de acompanhar, por exemplo, o recolhimento de seu FGTS, se ela foi ou não assinada, entre outras facilidades”, explica.

Para quem já tem a CTPS em formato impresso e quer migrar para o digital, basta fazer cadastro no site, Sine Fácil ou no INSS, entrar na loja de aplicativos de seu Smartfone (android ou IOS), procurar por “Carteira de Trabalho Digital”, baixar a ferramenta e preencher os dados solicitados.

Com a digital, basta o trabalhador informar o número do CPF no momento da contratação. “A empresa terá, então, acesso às informações do e-Social do trabalhador e fará todos os registros por meio dele”, diz Alba.

Para quem não tem cadastro será necessário clicar em “Crie sua conta”, preencher os dados solicitados, criar uma senha no site e, então, acessar novamente o aplicativo, digitar seu CPF e a senha cadastrada, e clicar em “Entrar”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.