Governo da Indonésia confirma execução de brasileiro para sábado

Marco Archer foi julgado em 2004. Ele tentou entrar no país com mais de 13 quilos de cocaína

Instrutor de voos Marco Archer será fuzilado no sábado | Foto: Reprodução

Instrutor de voos Marco Archer será fuzilado no sábado | Foto: Reprodução

Condenado por tráfico de drogas na Indonésia, o brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, de 53 anos, será executado por fuzilamento na noite do próximo sábado (17/1). Segundo informações da “Folha de S.Paulo”, Tony Spontana, porta-voz da Procuradoria-Geral, órgão responsável pelas execuções, disse que o réu e o Itamaraty já foram informados sobre a decisão.

Instrutor de voos livres, Marco Archer foi condenado em 2004 após ser flagrado, em 2003, entrando com 13,4 quilos de cocaína no País. O entorpecente estava escondido em tubos de uma asa-delta. Se a execução for efetivamente realizada, ele será o primeiro brasileiro a ser executado no exterior.

A presidente Dilma Rousseff (PT) tenta fazer contato com o presidente da Indonésia, Joko Widodo, desde sexta-feira (9), para evitar o fuzilamento, mas sem sucesso. Por duas vezes, o brasileiro teve o pedido de clemência negado.

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cristiano

na minha opinião ele deveria ser jugado no Brasil mesmo que haja brechas em nossas leis não concordo com a pena de morte

Antonio Alves

A presidente Dilma deveria era mandar um bocado dos traficantes brasileiros para a Indonésia e não pedir clemência para um traficante que está preso naquele país.