Governo autoriza criação de Cidade da Polícia Civil, em Goiânia

Nova estrutura será implantada no Jardim Bela Vista e reunirá as 16 unidades operacionais

O governador Ronaldo Caiado (DEM) autorizou, na manhã desta terça-feira, 13, a construção da Cidade da Polícia Civil, estrutura que reunirá as 16 unidades operacionais de Goiânia no Jardim Bela Vista. A autorização foi feita durante visita ao Complexo das Delegacias Especializadas, no setor Cidade Jardim. A estrutura será nos moldes do que existe no Rio de Janeiro.

Segundo o delegado-geral, Odair José Soares, alguns passos já foram dados, como a destinação de uma área para edificação contígua à Escola Superior da Polícia Civil, no Jardim Bela Vista, em Goiânia.

Já a solução financeira orçamentária consiste na permuta entre uma área pública estadual pela edificação da estrutura da Polícia Civil – modelo adotado por diversos entes da Federação, a exemplo do Exército Brasileiro.

Atualmente localizado na Cidade Jardim, em Goiânia, o complexo da Polícia Civil é composto seis unidades, onde atuam 277 profissionais.

Números

Dados do governo mostram que houve queda da criminalidade em Goiás. Entre 30 de agosto 2019 e 12 de setembro de 2020, a redução de 28,1% no número de homicídios, ao passo que o percentual de flagrantes cresceu 500%. Os índices são obtidos na comparação com o período de agosto de 2018 a agosto de 2019 e fornecidos pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Em 2020, foram 135 homicídios ocorridos e 138 elucidados (contando ocorrências de anos anteriores), com 331 inquéritos policiais remetidos ao Judiciário. Uma resolutividade de 100% dos casos. Em 2019, foram 410 operações realizadas, 450 prisões efetivadas e 392 inquéritos enviados à Justiça.

Neste ano, já foram efetivadas 113 prisões, além de 30 veículos apreendidos. Em valores, a Narcóticos já retirou do crime organizado R$ 5,1 milhões em imóveis e títulos sequestrados e R$ 117 mil em dinheiro em espécie. Em 2019, a Denarc apreendeu 4,5 toneladas de drogas, 35 veículos e duas aeronaves, além de mais de R$ 737 mil em espécie e R$ 17,9 mil em títulos. Foram presas 107 pessoas, com um resultado de 88 inquéritos instaurados e enviados à Justiça.

Já a Investigações Criminais contabilizou, de janeiro a setembro deste ano, o cumprimento de 80 mandados de prisão e 70 de busca e apreensão. Foram 56 operações promovidas, com efetivação de 76 autos de prisão em flagrante e 23 veículos recuperados, com um total de R$ 2,4 milhões de bens sequestrados e 211 inquéritos remetidos ao Judiciário.

Os índices apresentados pela Furtos e Roubos também são positivos. Na capital, houve queda de 41,49% no número de roubo e 28,90% de furtos de veículos. Já em Aparecida de Goiânia, a redução chegou a 44,91% de roubos e 30,42% de furtos. Os índices são resultados da comparação de janeiro a setembro de 2019 com o mesmo período de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.