Governo apura fuga de adolescentes de centro de internação em Goiânia

12 adolescentes internados no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) renderam dois servidores e fugiram

Foto: Reprodução / MP-GO

O Grupo Executivo de Apoio a Crianças e Adolescentes (Gecria), da Secretaria Cidadã do Governo de Goiás, apura as circunstâncias da fuga de 12 adolescentes que evadiram do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) do Setor Vera Cruz, em Goiânia.

Na noite da última segunda-feira (8/1), 12 adolescentes que estavam internados na unidade renderam dois servidores e fugiram. Eles teriam agredido os servidores utilizando armas brancas de fabricação própria. 

Segundo informação da secretaria, a Justiça foi acionada para recapturar os menores e o órgão instaurou Procedimento Administrativo para apurar as circunstâncias da fuga.

O Case é destinado ao atendimento de adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de internação, por período máximo de 3 anos, com funcionamento ininterrupto e capacidade para o atendimento de 158 adolescentes de ambos os sexos.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.