Governo anuncia pacote de medidas para incentivar turismo no estado

Iniciativas foram apresentadas por entidades ligadas ao setor e contemplam marketing, infraestrutura, pesquisa e cooperação

O governador Marconi Perillo (PSDB) anunciou, nesta segunda-feira (6/2), um pacote de dez medidas de incentivo ao turismo no estado. Pensado em parceria com entidades ligadas ao setor, o plano prevê investimento de R$ 4,1 milhões do Governo de Goiás em iniciativas de marketing, infraestrutura, pesquisa e cooperação para melhorar o desempenho turístico das cidades goianas.

Segundo o governo, a previsão é de que os investimentos atraiam um milhão de novos turistas para o estado, além de gerar receitas da ordem de R$ 1 bilhão. “Se considerado o que já foi aprovado para o Turismo, chegaremos a uma sigla bastante significativa, algo em torno de R$ 30 milhões, já incluindo os R$ 4,1 milhões anunciados hoje”, disse Marconi.

O pacote de medidas foi formulado em parceria pelo Convention & Visitors Bureau (GCVB), a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), da Associação Brasileira das Empresas Organizadoras de Eventos (ABEOC), da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), da Associação Brasileira das Agências de Viagens (Abav). A proposta também tem apoio da Goiás Turismo.

Entre os objetivos do programa estão o aumento da renda e da arrecadação tributária; a geração de um grande volume de empregos; e o incremento em 40% na captação de eventos. A ideia é que todas as medidas sejam integradas com outras ações do governo, como a duplicação de estradas, para garantir o crescimento do setor.

Confira as medidas anunciadas:

  1. Apoio ao trade;
  2. Plano de marketing: Destinação de R$ 11,5 milhões para promoção da campanha “Goiás Lindo Demais”;
  3. Parques de Goiás: Investimentos de R$ 1 milhão em projetos e melhorias das unidades de conservação, incentivando a usabilidade dos equipamentos turísticos naturais do Estado;
  4. Infraestrutura: Investimento inicial de R$ 3,2 milhões em plataformas flutuantes com o objetivo de melhorar o acesso ao Rio Araguaia pelas cidades de Aruanã e São Miguel do Araguaia. O montante também será utilizado para ampliação da Casa do Turismo em Goiânia;
  5. Circuitos turísticos: Investimentos de R$ 9,7 milhões para fortalecer os circuitos turísticos de Goiás, como o Festival Gastronômico, Cavalhadas, Circuito Cultural, Celebrar, Criativo, Vivências ao Ar Livre, Sertanejo Goiás, Circuito Empresarial, Circuito do Conhecimento e da Fé e dos Romeiros;
  6. Missões internacionais: Participação em feiras, promoção dos destinos prioritários e capacitação de investimentos para o setor;
  7. Cooperações técnicas: Com foco no aumento da competitividade dos destinos e produtos turísticos de Goiás, serão desenvolvidos projetos compartilhados entre Agetop, Secima, UEG, Segplan, Sefaz, SED e Seduce;
  8. Pesquisas e monitoramento: Com objetivo de consolidar melhores resultados, o governo vai intensificar o monitoramento dos dados turísticos do estado para nortear o planejamento estratégico do setor;
  9. Centro de Tecnologia do Turismo: Desenvolvimento de aplicativos, sites e recursos audiovisuais a serem disponibilizados para os municípios;
  10. Sistema Estadual de Turismo (SET): Promover o fortalecimento das instâncias de governanças regionais e colegiados locais através da sistematização das políticas públicas ligadas à área de turismo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.