Devem ser concluídas, nesta quarta-feira, 19, duas pesquisas quantitativas de intenção de voto realizadas em Aparecida de Goiânia que podem decidir os rumos que as eleições no município vão tomar. Os levantamentos são aguardados pela base governista, que espera verificar, com eles, se o prefeito Vilmar Mariano (UB) conseguiu, ou não, cumprir o combinado de se viabilizar a ponto de sustentar o apoio angariado do governador para concorrer à reeleição.

Um aliado próximo de Ronaldo Caiado (UB) revelou ao Jornal Opção, na última segunda-feira, 17, que o governador e sua base devem, ao final, manter o apoio ao nome de Vilmar para eleição deste ano em Aparecida. No entanto, uma outra fonte sustenta que a decisão final vai depender dos números que virão à tona amanhã.

Em abril deste ano, o Palácio dos Esmeraldas concedeu um prazo para que o prefeito aparecidense trabalhasse e viabilizasse seu nome para a eleição. As pesquisas de amanhã darão a resposta: caso tenha conseguido cumprir o combinado, o governo seguirá com ele. Caso não, há a (grande) possibilidade da entrada no jogo do primo do vice-governador Daniel Vilela e ex-deputado federal, Leandro Vilela. “Ele tinha um combinado, né. Vamos ver. São números”, disse a fonte, sobre Vilmar.

A reportagem apurou que há receio por parte de Leandro Vilela, que teme uma possível cisão no grupo do governador em Aparecida de Goiânia caso seja ele o candidato, uma vez que Vilmar tem trabalhado já há algum tempo no projeto de reeleição. No entanto, o ex-deputado teria se mostrado disposto a se lançar, caso seja convocado.

Vale lembrar que, conforme levantamento do instituto Opção Pesquisas divulgado em março deste ano, o Professor Alcides (PL) liderava em Aparecida, com 37,4% das intenções de voto. Vilmar apareceu em segundo, com 15,7% (pesquisa estimulada). Já na espontânea, o emedebista apareceu à frente do pré-candidato do PL, mas com pouca margem de diferença – 7,8% contra 5,8%.

Leia também: Prazo de Vilmar Mariano está acabando e Leandro Vilela pode ser candidato em Aparecida