Governo afirma que vai substituir todas as escolas de placas ainda em 2020

Com apoio do Ministério da Educação, devem ser construídas 60 escolas de alvenaria. Declaração foi dada por Governador durante evento que marcou início do Ano Letivo.

O anúncio de que em 2020 todas as escolas de placas serão substituídas foi dada pelo Governador Ronaldo Caiado (DEM), nesta segunda-feira, 03, durante evento que marcou o início do Ano Letivo, em Luziânia. “Vamos fazer escolas de alvenaria, com ar-condicionado, em condições cada vez mais exigidas para que o aluno tenha ali uma boa educação”, disse o governador durante entrevista coletiva.

A estratégia para fornecer salas de aulas mais confortáveis do que as de placas, o Governo de Goiás adquiriu 67 salas modulares, que começaram a ser instaladas em todo o Estado. Em Luziânia, incluindo a Escola Delfino Oclécio Machado, são 15 unidades. Em Águas Lindas, mais 34. E o restante vai ser distribuído, de acordo com a necessidade de cada município. As salas modulares são climatizadas e equipadas com todos os materiais e móveis para atender aos alunos (40 em cada uma) e professores de forma segura e confortável.  

A secretária estadual de Educação, Fátima Gavioli, confirma que eliminar as salas feitas de placas é uma meta para este ano. “O governador já nos passou a próxima missão, que é colocar fim nas escolas de placas. Isso também vai ser considerado um marco para todos, disse.  

Investimentos

Apesar das salas modulares serem confortáveis, o Governo de Goiás tem a meta, é construir também novas salas de alvenaria. Uma dos caminhos apontados pela gestão de Caiado é o apoio do Governo Federal. Em uma das audiências com o Ministério da Educação, o governador Ronaldo Caiado conquistou recursos para construir 60 escolas de alvenaria.

“Essas salas modulares são provisórias. O dinheiro para construir as escolas de alvenaria já está na conta da Secretaria da Educação. Vamos, agora, fazer a licitação e teremos 60 unidades em alvenaria, bonitas, completas, no local adequado. Depois, pegamos as salas modulares e levamos para a outra escola, outro ambiente”, atestou Fátima Gavioli. 

Outra conquista, fruto da parceria entre os governos federal e estadual, é a instalação de quatro escolas cívico-militares em Goiás. “Fomos o único Estado a conseguir quatro escolas; todas elas serão destinadas ao Entorno”, afiançou Caiado. O governo goiano pretende ainda avançar na implantação de mais colégios em tempo integral. 

Entorno

A coordenadora regional de Educação, Raquel Machado, presente ao evento, agradeceu ao governador e a secretária Fátima Gavioli por acabarem com o “turno da fome” no Entorno. E emendou: “escutei o senhor falando outro dia na rádio que agora o Entorno tem governo. E de fato. Nós estamos sentindo isso. Agora, o Entorno tem governo”, comemorou ela, que é filha do ex-prefeito de Luziânia Delfino Oclécio Machado, cujo nome foi escolhido para a escola que mais alunos da escola pública tem na região, aproximadamente 2,4 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.