Governo abre investigação sobre comercialização do brinquedo “hand spinner”

Segundo Ministério da Justiça, o produto ainda não tem autorização do Inmetro e, por isso, está sendo vendido de forma irregular

Hastes do brinquedo podem causar cortes e lesões, pontua o Inmetro | Foto: Divulgação

O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça vai investigar o brinquedo hand spinner para averiguar supostas irregularidades na venda, já que ele ainda não foi avaliado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Sem a autorização do órgão de controle de qualidade, os produtos estão sendo vendidos de forma irregular e sem garantia de segurança ao consumidor.

A preocupação se deu porque, apesar da falta de registros de acidentes no Brasil, o brinquedo já ocasionou problemas, segundo o ministério, em outros países. Como ele tem hastes que giram, o impacto pode causar engasgo, cortes e lesões. Pontas cortantes são um dos fatores avaliados pelo Inmetro antes de autorizar a venda de um brinquedo.

O hand spinner é um brinquedo giratório que tem três pontas que permitem fazer movimentos diferentes e promete reduzir ansiedade e estresse e melhorar a concentração.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.