Governador se reúne com prefeitos da Ride em busca de soluções para o Goiás na Frente

“Indiscutivelmente foi o programa mais irresponsável de todos”, afirmou o governador Ronaldo Caiado

Ronaldo Caiado e Ernesto Roller | Foto: Divulgação

O governador Ronaldo Caiado (DEM) se reuniu com prefeitos do Entorno, em Águas Lindas, e com representantes do Tribunal de Contas do Estado de Goiás (TCE-GO), nesta sexta, 23, para buscar uma solução para a situação do Programa Goiás na Frente, criado na gestão passada com a privatização da Celg, mas paralisado por falta de recursos. Para o gestor democrata, a proposta foi “irresponsável”.

“Indiscutivelmente foi o programa mais irresponsável de todos. Pegaram o dinheiro todo da Celg GT, jogaram em uma campanha eleitoral e deixaram os prefeitos em uma situação difícil”, protestou Caiado. Para ele, a dotação orçamentária para a manutenção do programa não foi realizada, o que resultou no desespero dos prefeitos.

“Vamos trabalhar, com lealdade e transparência, junto com a área técnica, para que esse assunto seja resolvido e os prefeitos não sejam penalizados”, adiantou o governador, que busca uma solução junto ao TCE-GO para orientar os prefeitos da melhor forma.

Números

A Região Integrada de Desenvolvimento do Entorno (Ride) possui 32 cidades. Destas, 31 receberam a equipe de engenheiros da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC) e do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-GO) com o intuito de produzir um laudo de vistoria.

“Vamos construir para os prefeitos as soluções, dentro da lei e dentro da norma. A lealdade e a honestidade entre nós são importantes para encontrarmos a solução”, enfatizou o secretário de Governo (Segov), Ernesto Roller.

Na próxima semana as equipes do governo irão à Vila Propício, a última cidade da Ride que falta, para a produção do laudo. Depois da emissão de todos os documentos, os gestores dos municípios do entorno vão apresentar um plano de trabalho para que os convênios possam ser finalizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.