Governador Ronaldo Caiado acerta apoio de 12 partidos para o projeto de reeleição

Presença das siglas na aliança vai garantir ao político maior tempo na propaganda política de rádio e televisão, o que permitirá o aprofundamento do debate e apresentação de propostas durante a campanha eleitoral

O governador Ronaldo Caiado (UB) começa a pré-campanha às eleições deste ano, quando vai concorrer à reeleição, com uma situação confortável: já acertou o apoio de 12 partidos – União Brasil, MDB, Solidariedade, PRTB, PSC, Avante, PV, Podemos, PTB, Progressistas, Republicanos e PDT. Até as convenções, em 20 de julho, o governador buscará confirmar alianças também com o PSD, Pros e Brasil 35. O Cidadania também poderá compor com o União Brasil, caso não confirme federação com o PSDB até 31 de maio, já que esta é a posição do vice-governador Lincoln Tejota, que preside o partido no Estado.

A presença de doze partidos na aliança vai garantir ao governador Ronaldo Caiado maior tempo na propaganda política de rádio e televisão, a partir de agora, o que permitirá o aprofundamento do debate e apresentação de propostas durante a campanha eleitoral.

Já a oposição vai para a campanha eleitoral de 2022 pulverizada com seis ou sete candidatos, o que significa pouco tempo na propaganda política a cada um deles. O jogo de 2022 será disputado entre os aliados de Ronaldo Caiado e os aliados de Marconi Perillo (PSDB). Não vai sair disso. Quem opera as oposições hoje não é o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (Patriota), e sim Perillo. O ex-governador sofre desgastes eleitorais desde as eleições de 2018, quando perdeu a disputa para o Senado.

Daniel Vilela trouxe para a campanha de Caiado 27 dos 28 prefeitos emedebistas (apenas Gustavo Mendanha ficou de fora) e agregou tempo na propaganda política de rádio e televisão, além de retirar da oposição um partido com forte tradição na política goiana.

O palanque de Caiado terá um União Brasil forte, após fusão do DEM e PSL, com lideranças como Delegado Waldir Soares (campeão de votos em 2018), Zacharias Calil e dezenas de prefeitos com prestígio eleitoral. Também vai caminhar com Caiado os prefeitos Rogério Cruz (Goiânia), do Republicanos; Roberto Naves (Anápolis), do Progressistas; Adib Elias (Catalão), ex-MDB e ex-Podemos. Já estão companheiros de campanha do governador o ex-prefeito e ex-governadoriável Jânio Darrot e o prefeito de Trindade Marden Júnior, ambos do Patriota de Gustavo Mendanha.

O fato é que Ronaldo Caiado conquistou o apoio de partidos sólidos, com estrutura e líderes respeitados. Já a oposição perdeu tais forças. Aqui e ali, alguns membros da aliança poderão trocar de lado. Mas, possivelmente, não será uma força substancial.

Os presidentes Denes Pereira (PRTB), Lucas Vergílio (Solidariedade), Eurípedes do Carmo (PSC), Thialu Guiotti (Avante), Cristiano Cunha (PV), Eduardo Machado (Podemos) e Eduardo Macedo (PTB) resumem a razão do apoio à reeleição do governador Ronaldo Caiado: Goiás está administrado e conduzido por um político honesto. Com a definição das candidaturas a governador (Ronaldo Caiado) e vice-governador (Daniel Vilela), a base aliada governista tem prazo até as convenções partidárias (20 de julho a 5 de agosto) para escolher o nome que irá concorrer ao Senado Federal.

Uma resposta para “Governador Ronaldo Caiado acerta apoio de 12 partidos para o projeto de reeleição”

  1. Avatar carlos disse:

    É normal que o candidato natural seja o Ronaldo caiado que cuidou tão bem do povo goiano, mas seria bom que no 2° turno ele apoiasse aquele que não fosse o bolsonaro divergências parte sempre irão existir isso é natural da política afinal ninguém é lagarto pra Ficar só balançando a cabeça, todos tem ideias e suas condições desse modo têm que defender mas nesse caso está em jogo a nossa democracia, as nossas instituições, e os projetos para continuar defendendo o povo brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.