Governador recebe Medalha Tiradentes da PM amazonense

Chefe do Executivo do Amazonas, José Melo de Oliveira (Pros) elogiou ação em “reconhecimento à parceria e à atuação de Marconi em prol do desenvolvimento”

Foto: Gabinete de Imprensa

Medalha Tiradentes é colocada no governador Marconi Perillo (PSDB) pelo governador do Amazonas, José Melo de Oliveira (Pros) | Foto: Gabinete de Imprensa

Em seu último compromisso antes de viajar para os Estados Unidos, o governador Marconi Perillo (PSDB) esteve em Manaus (AM) na noite de quarta-feira (20/4), onde recebeu a Medalha Tiradentes, a mais alta honraria concedida pela Polícia Militar do Amazonas (PM-AM) a pessoas com atuação de destaque na busca pelo desenvolvimento do País.

José Melo de Oliveira (Pros), governador do Amazonas, foi quem entregou a medalha ao tucano. O chefe do Executivo amazonense destacou, em sua fala, que a homenagem “é um reconhecimento do trabalho de Marconi e do governo de Goiás em prol do desenvolvimento econômico e humano e pela parceria entre os dois Estados”.

A entrega da Medalha Tiradentes aconteceu em solenidade em comemoração aos 179 anos da PM do Amazonas. Entre os homenageados, Marconi agradeceu em seu nome e do Estado de Goiás pela referência e destacou o trabalho da Polícia Militar goiana.

“O meu amigo governador Marconi Perillo fala de forma modesta. Ele cita o esforço conjunto de nossos governos para implantarmos um entreposto da Zona Franca de Manaus em Goiás quando, mas, com sua experiência de quatro mandatos como governador, têm contribuído conosco em várias áreas, como no caso da saúde, em que o modelo de sucesso das Organizações Sociais serve de referência para o Estado do Amazonas”, discursou José Melo.

Para o goiano, aquela era uma grande honra em poder voltar a Manaus para discutir “temas de interesse do Brasil”. “Foi principalmente uma honra estar aqui para receber a mais alta homenagem da Polícia Militar do Amazonas”, afirmou. A PM do Amazonas também condecorou o chefe do Gabinete Militar da Governadoria, o coronel Adailton Florentino Nascimento.

Denominada Joaquim José da Silva Xavier, a solenidade homenageou simbolicamente o Tiradentes. “Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, se tornou herói porque teve a coragem de lutar por um Brasil independente. Foi executado no dia 21 de abril de 1792 e não chegou a ver seu país livre das correntes portuguesas”, disse Marconi.

O governador goiano também destacou a importância do Amazonas para o Brasil: “O Estado do Amazonas é efetivamente o pulmão do mundo e merece por parte das autoridades federais, e dos demais Estados brasileiros o reconhecimento por esse esforço histórico. Nessa época de crises e certezas, reafirmo que as parcerias uns com os outros são essenciais”.

Marconi criticou o fato de a União não ter um programa nacional de Segurança Pública e destacou o que ele chamou de esforço dos Estados, junto à importância das polícias militares em todo o País, para combater a violência.

“No Brasil de hoje, a Polícia Militar deve cumprir um papel primordial. Vem de vocês o exemplo da disciplina, do sacrifício e da dedicação ao bem comum. Em Goiás, instituímos o programa Tolerância Zero, aumentando consideravelmente o efetivo policial nas ruas, propiciando sensação de segurança à população e concatenando o serviço de todas as forças policiais”, discursou o tucano.

“Goiás e Amazonas têm muito a aprender um com o outro. Nessa época de crise e de incertezas, é para mim e importância essencial das parcerias e da união de todo brasileiro disposto a mudar seu país para melhor”, concluiu sua fala Marconi.

Viagem

Esse foi o último compromisso do goiano antes de cumprir missão oficial nos Estados Unidos na sexta-feira (22) e sábado (23). Marconi ministrará palestra na Brazil Conference, na qual falará sobre a criação do Consórcio Brasil Central de Governadores e alternativas para a crise econômica brasileira em Cambridge, Massachusetts.

A palestra será às 15h10, horário local, no sábado, em uma plenária que discutirá soluções para a retomada do crescimento econômico brasileiro, promovida pela Universidade de Harvard e pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Marconi participa como convidado das duas universidades. (Com informações do Gabinete de Imprensa)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.