Governador lamenta morte de professora da UFG

Internada recentemente para tratar uma infeção, Maria Geralda de Almeida não resistiu agravamento da esclerose múltipla, doença que acomete as atrizes Claudia Rodrigues e Ana Beatriz Nogueira

Morreu neste sábado, 19, em Goiânia, Maria Geralda de Almeida, aos 74 anos, professora aposentada do Instituto de Estudos Socioambientais (IESA) da Universidade Federal de Goiás (UFG). Ela era portadora de esclerose múltipla há anos e havia tornado pública a luta contra a doença. No país, o assunto passou a ser amplamente discutido depois que a atriz global Claudia Rodrigues foi diagnosticada com esclerose. E, mais recentemente, a também global Ana Beatriz Nogueira.

Internada recentemente para tratar uma infecção, a docente da UFG não resistiu e veio a óbito. O Governador do Estado, Ronaldo Caiado (União Brasil), lamentou a morte de Maria Geralda. Ele lembrou que professora também foi responsável por importante estudos sobre as tradições dos povos do Cerrado. O governador manifestou condolências também por Gracinha Caiado, primeira-dama do Estado. “Que deus conforte a família e os amigos neste momento de dor”, disse.

Natural de Montes Claros (MG), Maria Geralda já havia se aposentado, mas continuava lecionando na universidade federal. Ela ingressou no ano de 1999 na UFG, e por lá continuou como professora voluntária e pesquisadora. A docente chegou a presidir a Associação dos Portadores de Doenças Neurológicas do Hospital das Clínicas (HC/UFG). Na carreira acadêmica, a pós-doutora em Geografia Humana, foi presidente da Associação Nacional de Pós graduação e Pesquisa em Geografia (Anpege), de 2009 a 2011.

O velório de Maria Geralda ocorre no Complexo do Vale do Cerrado até 18 horas. O corpo de Maria Geralda, conforme desejo dela, será cremado e as cinzas serão encaminhadas para Montes Claros, onde nasceu. Em nota, a universidade também se solidarizou e com família, amigos e alunos da professora, uma vez que ” numerosos estudantes que se formaram a partir de seus ensinamentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.