Governador irá apoiar projeto de anel viário na BR-153, diz secretário da Sedi

“Impensável uma capital do porte de Goiânia não ter um eixo metropolitano”, afirmou Adriano da Rocha Lima

Reunião do grupo em Prol do Anel Viário Metropolitano / Foto: Lívia Barbosa

O chefe da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedi), Adriano da Rocha Lima, participou nesta terça-feira, 4, da reunião do Grupo em Prol do Anel Viário Metropolitano. Obras do Anel Leste, na rodovia BR-153 são anunciadas desde o governo anterior. Durante sua fala, ele anunciou que apresentou ao governador Ronaldo Caiado a minuta do ofício que será entregue ao ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, solicitando apoio ao projeto.

“Eu sentei para conversar com o governador sobre isso. Fiz um resumo para ele entender a concepção do projeto e ele irá assinar. Essa notícia que eu trago para vocês. Ele me pediu a minuta para que lesse com mais calma”, afirmou o secretário.

Acidentes

“É em torno de R$400 milhões que se gasta com o custo com acidentes na BR 153”, informou. “Aquilo virou uma avenida de Goiânia, deixou de ser rodovia há muito tempo. Impensável uma capital do porte de Goiânia não ter um eixo metropolitano como outras capitais e regiões metropolitanas do Brasil”, pontuou.

De acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal, a BR-153 é a rodovia com maior de acidentes de automóvel do estado. Em 2019, foram registrados 995 ocorrências, com 57 mortos e 376 feridos graves.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.