Governador Caiado regionaliza atendimento de saúde em Goiás

Caiado informou que apenas três cidades (Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis) tinham UTI pública e que está ampliando para outras cidades

Governador Ronaldo Caiado (DEM) durante entrevista | Foto: Ascom

Em live realizada na quarta-feira, 10, o governador Ronaldo Caiado (DEM), acompanhado do deputado estadual Bruno Peixoto, líder do governo na Assembleia Legislativa, reiterou o pedido que vem fazendo aos prefeitos goianos para que colaborem com o isolamento social. Segundo o governador, a pandemia da Covid-19 em Goiás está atingindo um índice muito elevado de contaminação da população.

Caiado informou que apenas três cidades (Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis) tinham Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pública e que ele está ampliando isso para outras cidades. Por isso, interioriza o atendimento de saúde, justamente para atender adequadamente a população das cidades do interior, e citou os exemplos de Posse, Formosa, São Luis de Montes Belos, Uruaçu, Porangatu, Itumbiara, entre outras.

As maiores preocupações, segundo ele, são com as cidades do Entorno do Distrito Federal, Goiânia, Aparecida de Goiânia e Rio Verde. Esta última registrou um grande aumento de infectados na última semana.

Rio Verde

Caiado fez ainda uma videoconferência com o prefeito Paulo do Vale, outras autoridades e dirigentes da BRF Foods, acertando as providências, apoiando e colaborando com as iniciativas para testagem e cuidados com os infectados. A empresa paralisou as atividades, até que todas as providências sanitárias sejam tomadas e não existam mais novos casos na empresa. O governador disse que pediu ajuda também à ministra da Agricultura, Tereza Cristina e ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Falou também do trabalho para aquisição de 100 respiradores, através de uma empresa da Itália. Os respiradores custarão um total de R$ 70 mil.

Caiado diz estar atento à área de saúde em Goiás, regionalizando o atendimento, com leitos de UTIs em hospitais, para melhorar e facilitar o atendimento dos infectados com o novo coronavírus nos locais aonde moram.

O deputado Bruno Peixoto disse, em sua participação, que o governador está fazendo a diferença na vida das famílias goianas, porque acabou com a “ambulancioterapia” e as pessoas ficam tranquilas em saber que têm um hospital perto de casa, para quando precisarem.

Informou sobre dois projetos que foram aprovados na Assembleia, o que isenta de ICMS de energia as famílias que consumirem até 220 KW, que abrange mais de 50 mil famílias em Goiás, e o do GoiásTec, que põe o Ensino Médio ao alcance de todos, com professores qualificados e monitores nas salas de aula orientando, dando igualdade de condições para concorrerem no Enem, o que qualificou de “uma luta que o senhor governador tem para diminuir a desigualdade em Goiás”. Em seguida, enfatizou: “O senhor está fazendo a diferença para muitas famílias goianas”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.