Governador anuncia para 2016 a conclusão do Hospital Regional do Norte

Término da obra estava entre as solicitações da prefeita Solange Bertulino, do PMDB

Reprodução/Facebook

Reprodução/Facebook

Em Uruaçu, na última sexta-feira (14/8), ao lado da prefeita Solange Bertulino, do PMDB, o governador Marconi Perillo garantiu a retomada imediata das obras do Hospital Regional do Norte, na cidade, e disse que pretende inaugurá-lo no ano que vem.

“Já construímos pouco mais de 70% do Hospital Regional de Uruaçu. Falta agora, menos de 30%. Tenham certeza que a prioridade máxima é terminar esse hospital. Depois que ele ficar pronto e começar funcionar, vocês terão muito orgulho de ter o melhor hospital da Região Norte do Brasil”, afirmou.

Em discurso, Solange pediu ao governador que cuidasse com carinho de algumas demandas do município. Solicitou, além do hospital, que agilizasse o término das obras da Escola Padrão Século XXI. Pediu também que interviesse na liberação da licença ambiental para cultivo de tilápia no município e também um auxílio na recuperação da Avenida Galdino Moreira de Souza, que liga o futuro Hospital Regional ao Instituto Federal de Goiás (IFG).

“São pedidos. Não cobrança. São milhares de pessoas que necessitam, com urgência, do hospital e da escola”, justificou. “Entendemos o atraso e a paralisação. Vivemos uma crise política e econômica. Uma crise de vulto. Mas sabemos também que é na crise que surgem as grandes ideias, as saídas mais criativas.”

O governador agradeceu a maneira cordial e respeitosa com a qual a prefeita apresentou os pedidos. Ele solicitou imediatamente ao secretário Thiago Peixoto (Segplan), presente no evento, que se inteirasse da obra da Escola Padrão Século XXI para que pudesse tomar as devidas providências. Também afirmou que vai checar na Agetop a maneira como pode ajudar na questão da Avenida Galdino Moreira.

Sobre a liberação da licença para criação de tilápias, disse ter conversado sobre o assunto em três oportunidades com o ministro Helder Barbalho (Pesca e Aquicultura), este ano. De acordo com Marconi, há um problema na liberação por conta de uma restrição em uma lei federal. Ele pediu para que o secretário Vilmar Rocha (Secima) cuidasse da demanda.

Marconi anunciou que o Hospital Regional funcionará nos mesmos moldes de administração dos demais hospitais estaduais: “Nós vamos fazer o chamamento de uma Organização Social que vai recrutar os funcionários, médicos, enfermeiros, paramédicos, servidores. Nós vamos comprar os melhores equipamentos do mundo para estar neste hospital e vocês vão ver que Saúde tem jeito, desde que a gente foque, desde que a gente priorize para funcionar direito.”

Deixe um comentário