Gomide tenta vice do MDB, mas partido homologa chapa liderada por Márcio Corrêa

Márcio Corrêa recebeu convites, mas negou compor a chapa do petista. Assessoria nega reunião entre presidente emedebista, Daniel Vilela, e pré-candidato do PT

Foto: Divulgação

O MDB de Anápolis homologou no final da manhã desta quarta-feira a chapa que terá o empresário Márcio Corrêa como candidato a prefeito e Brigadeiro Bragança (Republicanos) como vice, em convenção, realizada no Cristal Plaza Hotel.

Em articulação nos últimos dois dias, Márcio Corrêa recebeu convites, mas negou, ao menos em duas oportunidades, compor a chapa do petista Antônio Gomide, que tentava a articulação. Segundo o emedebista, a aliança nunca foi cogitada por ele. A assessoria do MDB negou reunião que teria sido realizada hoje entre o presidente emedebista, Daniel Vilela, e o pré-candidato do PT a prefeito, com este objetivo.

O evento reuniu também pré-candidatos a vereador da chapa, lideranças políticas, o deputado estadual Coronel Adailton (PP) e o presidente estadual do MDB, Daniel Vilela.

Márcio afirmou que a aliança do MDB com o Republicanos representava uma nova proposta política para Anápolis e que a população precisa de gestores mais presentes, que conheçam profundamente a cidade. “Temos hoje uma gestão que veio quase toda de fora e que não tem capacidade técnica, não conhece e nem tem compromisso com a cidade”, afirmou o pré-candidato a prefeito. “As promessas feitas pelo atual prefeito não foram cumpridas. Até hoje a população vive dramas absurdos, como a falta de água nas torneiras. Não podemos admitir isto”, completou.

Márcio lembrou que o município perdeu o protagonismo econômico em Goiás no decorrer dos últimos anos e que o reflexo disto é que a redução de mais de 1 mil CNPJs nos últimos anos e a estagnação do número de trabalhadores com carteira assinada, apesar do crescimento populacional. O emedebista defendeu políticas públicas para atração de novas empresas, especialmente indústrias, e investimentos na ampliação e melhoria da estrutura de saúde do município.

O pré-candidato a vice, Brigadeiro Bragança, lembrou do alinhamento dos MDB com o Republicanos em nível regional e afirmou que a união na cidade era natural, devido à convergência de propostas para a cidade. “Posso dizer com toda certeza que nosso projeto garante a Anápolis uma boa decolagem e um vôo seguro, em céu de brigadeiro”, disse Bragança.

O deputado estadual Coronel Adailton, filiado ao PP, mesmo partido do prefeito Roberto Naves, desejou sucesso para os pré-candidatos e disse ter certeza da vitória da chapa. “Daqui vão sair os próximos mandatários da nossa cidade”, afirmou o deputado, que rompeu com o prefeito e tem dado demonstrações de apoio a Márcio Corrêa.

O presidente estadual do MDB, Daniel Vilela, falou da lealdade e capacidade de articulação de Márcio Corrêa. “Márcio é o líder nato, que consegue exercer sua liderança de forma espontânea, sem esforço. Ele é transparente e extremamente leal e estas são qualidades muito importantes para um gestor público”, afirmou Daniel, acrescentando que o pré-candidato, desde que assumiu o comando do MDB na cidade, em 2018, tem se mostrado preparado assumir a prefeitura. “Essa aliança com o Republicanos fortalece o projeto de implantar um modelo de gestão mais presente e realizador em Anápolis”, completou Daniel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.