Goinfra libera ponte sobre GO-215 em Pontalina com uma semana de antecedência

No sábado, 4, as águas provenientes do excesso de chuva e do rompimento de uma barragem da zona rural danificaram a estrutura das pontes da GO-215 e 040 que dão acesso ao município de Pontalina 

A Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) se antecipou ao cronograma previsto e concluiu as obras realizada no encabeçamento da ponte da rodovia GO-215, que dá acesso ao município de Pontalina. O tráfego foi liberado na tarde do último sábado, 11, e restabeleceu o acesso ao município com uma semana de antecedência ao prazo estipulado pelos técnicos.

Vale lembrar que no sábado, 4, as águas provenientes do excesso de chuva e do rompimento de barragem situada na Fazenda São Lourenço das Guarirobas, na zona rural de Pontalina, levaram a estrutura que dava sustentação das pontes da GO-215 e também da GO-040, que dão acesso à cidade.

O presidente da Goinfra, Pedro Sales, determinou a imediata execução das obras para liberação no prazo estipulado por técnicos, que era de 15 dias. “Fizemos todos os esforços para que a população pudesse retomar o trajeto normal e, graças à dedicação dos profissionais, tivemos a oportunidade de antecipar o cronograma inicial. Agora vamos concentrar os esforços para liberar também a GO-40 com a maior brevidade possível”, ressalta.

Na última terça-feira, 7, Sales acompanhou o governador Ronaldo Caiado durante visita à Pontalina. Caiado fez questão de verificar pessoalmente o andamento das ações de recuperação das rodovias e também das áreas afetadas pelo rompimento do barramento.

Na ocasião, o governador reforçou o pedido para que os problemas fossem resolvidos o mais rápido possível. “As equipes da Goinfra, em parceria com a prefeitura local, conseguiram grandes avanços para resolvermos o problema e retomaremos totalmente a trafegabilidade, tanto da rodovia que liga Pontalina a Aloândia, quanto no acesso do município a Goiânia”, destacou o governador na ocasião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.