Goiás tem um dos maiores índices de recuperação de veículos do país

Taxas variam entre 60% e 70%, informa Secretaria de Segurança Pública. Estado ficou na segunda posição entre os que mais registram casos do tipo

Frente à informação de que Goiás é o segundo Estado com maior número de carros roubados no país, revelada nesta quinta-feira (4/11) pelo 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP) informou que o índice de recuperação de veículos roubados e furtados em Goiás também é um dos maiores do país. Segundo o órgão, as taxas variam entre 60% e 70%.

Dos 23.195 veículos roubados e furtados no estado em 2014, a polícia goiana conseguiu recuperar 15.986, o que corresponde a uma taxa de 70%. Em 2015, a taxa foi de 60%, quando foram recuperados 16.192 dos 28.294 veículos furtados e roubados. Já no ano de 2016, mais de 15 mil veículos já foram recuperados de janeiro a outubro em Goiás, mantendo a taxa de 60%.

De acordo com o gerente do Observatório de Segurança Pública da SSPAP, major Geyson Alves Borba, esta é uma das maiores taxas do país, o que, para ele, mostra o nível de excelência do trabalho realizado pelas forças policiais no combate à criminalidade. Quanto ao aumento nos registros de roubos e furtos de veículos no estado, major Borba afirma que, em parte, pode ser explicado pela interiorização desses tipos de crimes.

Ainda segundo o gerente do Observatório de Segurança Pública, as forças policiais do estado têm combatido veementemente esses e outros crimes, como o tráfico de drogas e o comércio ilegal de armas e drogas, além do desmanche de veículos.

A SSPAP também destaca que o Governo de Goiás investiu em 2015 um total de R$ 2,5 bilhões em Segurança Pública, aumento de 15% em relação a 2014, quando os investimentos foram da ordem de R$ 2,1 bilhões. As áreas que receberam mais recursos foram a de policiamento, que contou com R$ 214 milhões, contra R$ 161 milhões em 2014, um aumento de 32%; e a de defesa civil, que saiu de R$ 21 milhões em 2014 para R$ 261 milhões em 2015, ou seja, 1.097% de aumento nos investimentos.

“Goiás figura entre os estados que mais reduziram as taxas de crimes em diferentes modalidades. Entre os destaques, está o homicídio culposo no trânsito, que passou de 1.090 em 2014 para 889 em 2015, uma redução de 18%”, diz nota da secretaria. O documento destaca que o estado de Goiás também reduziu o número de estupros em 2015, em relação a 2014. Os registros passaram de 605 naquele ano para 537 no ano seguinte, numa redução de 11%.

As tentativas de estupro também diminuíram, saindo de 472 casos em 2014 para 393 casos em 2015, numa redução de 17%, informa a nota. “Houve diminuição, ainda, do número de tentativas de homicídios dolosos. Nessa modalidade, os registros foram de 4.744, em 2014, e de 4.161, em 2015. Uma redução de 12%”, conclui o informe.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.