Goiás tem seis projetos selecionados para fase final de concurso promovido por Iphan

Premiação busca trabalhos realizados no campo do Patrimônio Cultural brasileiro e terá premiação de R$ 30 mil para vencedores

Foto: divulgação

A 32ª Edição do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), chega a sua etapa final. Na busca por trabalhos realizados no campo do Patrimônio Cultural brasileiro o concurso recebeu neste ano mais de 300 inscrições de projetos.

Após o primeiro momento, a banca avaliadora selecionou 99 trabalhos que seguem para a última fase, que será realizada em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Goiás tem seis projetos selecionados para a fase final.

A Comissão se reunirá nos dias 26, 27 e 28 de agosto, na sede do Instituto, para definir quais serão os oito vencedores. O resultado final do concurso deverá ser divulgado até o dia 5 de setembro. Cada premiado receberá um valor de R$30 mil.

Neste edital, o prêmio traz duas grandes categorias subdivididas em quatro segmentos. Portanto, oito ações serão selecionadas, sendo uma de cada segmento, por categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.