Goiás registra indicadores de criminalidade mais baixos da última década

Em 2020, Estado teve redução em todos os crimes violentos letais intencionais, na comparação com os números de 2019. “Goiás era a disneylândia dos bandidos e os resultados não foram fáceis”, disse o governador, ao frisar que o trabalho da segurança pública é desmontar esses esquemas que operaram no passado

Foto: Lívia Barbosa / Jornal Opção

O governador Ronaldo Caiado (DEM) e o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, apresentaram os indicadores de criminalidade de 2020. Os dados estatísticos da Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO) apontam que a redução em todos os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) chegou a 10,4%.

“Goiás era a disneylândia dos bandidos e os resultados não foram fáceis”, disse o governador, ao frisar que o trabalho da segurança pública é desmontar esses esquemas que operaram no passado. “Minha gratidão”, resumiu Caiado ao se dirigir às forças policiais goianas.

As ocorrências de homicídio tiveram queda de 9,39%, os latrocínios caíram 22% e os crimes de lesão corporal seguida de morte diminuíram 38,9%. Em relação aos crimes violentos contra o patrimônio, a queda foi de mais de 38%. Essa modalidade inclui os roubos de veículos (- 40,2%), a transeuntes (- 35,4%), em residências (- 35, 3%), e roubos em comércio (- 28,6%). Os roubos em propriedades rurais, por sua vez, caíram 40,5%.

Em sua fala, o governador teceu elogios ao secretário Rodney por sua capacidade de alcançar bons resultados em Goiás. “A reflexão que faço nesse momento é mostrar que nós trabalhamos hoje com menos profissionais em todas as áreas em relação ao período de 2106, 2018. (…) Como alcançamos esse resultado? Primeiro, com a integração entre as forças e a inteligência também ao serviço da segurança, criando um trabalho em que a vaidade e a omissão foram deixadas de lado”, disse Caiado.

Para o secretário Rodney Miranda, o resultado positivo é fruto dos investimentos realizados pela gestão estadual, com aumento de operações da polícia. “Tivemos o menor número de roubos da década. Em 2020, não houve registro de roubos a banco em Goiás”, destacou Rodney. “Estamos trabalhando como nunca”, completou o secretário.

O titular da segurança apontou ainda que o Batalhão Rural, criado pela gestão Caiado, está presente nos 246 municípios goianos e tem sido exemplo para outros estados. “Já recebemos comitivas de 14 estados e de dois países”, disse Miranda. “Fizemos um levantamento e não tivemos registro de homicídios em 68 homicídios. Em 16 cidades não tivemos registro de crime violento algum. Isso mostra o trabalho, esforço e parceria para alcançar esses excelentes resultados”, acrescentou.

Alta produtividade

Em 2020, foram deflagradas 20.400 operações em Goiás. Foram realizadas mais de 25 mil prisões em flagrante e mais de 1,3 milhão de abordagens policiais. As ações resultaram na apreensão de mais de 56 toneladas de droga, além de serem apreendidas 6.230 armas de fogo. Ao longo do último ano, 60,34% dos inquéritos policiais instaurados tiveram a autoria definida. Além disso, foram emitidos 58.661 laudos de criminalística e 47.885 laudos de medicina legal conclusos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.