Goiás registra aumento de 15,6% na safra de grãos e bate recorde de produção

Estado também teve a maior produtividade da região Centro-Oeste, conforme dados do Conab

Foto: Sistema CNA

A safra de grãos de Goiás 2018/19 teve recorde de produção, conforme dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgados nesta terça-feira, 10. A produção no Estado teve crescimento de 15,6%, em relação ao período 2017/18. Foram 24,57 milhões contra 21,25 milhões de toneladas.

No Brasil, o crescimento foi de 6,4% na safra de grãos, que, de 227,7 milhões de toneladas em 2017/18, passou para 242,1 milhões de toneladas neste momento.

Destaque

Vale ressaltar que o milho 2ª safra teve crescimento de 48,3% no Estado e foi de 6,3 milhões de toneladas na safra 2017/18 para 9,48 milhões de toneladas para a atual. Outros destaques foram as produções de girassol (crescimento de 55,4%, passando de 24 mil toneladas para 37,3 mil toneladas) e de sorgo (crescimento de 39,4%, passando de 710,5 mil toneladas para 990,4 mil toneladas).

A área plantada do Estado também teve aumento, passando de 5,3 milhões de hectares para 5,6 milhões de hectares de uma safra para outra. O aumento representa 6,8%.

Com isso também houve ganho de produtividade. O Estado foi 4,0 quilos por hectare, na safra 2017/18, para 4,3 quilos por hectares, na safra 2018/19 (8,3%). O resultado coloca Goiás com a maior produtividade da região Centro-Oeste.

Ainda em Goiás, o algodão pluma teve crescimento na produção de 53,3 mil toneladas para 68,5 mil toneladas na safra 2018/19; enquanto do caroço de algodão o aumento foi de 82 mil para 105,3 mil toneladas.

Levantamento

Ainda nesta terça, 10, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de agosto deste ano, em que Goiás também registrou aumento da safra do café arábica. Os números aumentaram de 17,62 mil toneladas para 20,18 mil toneladas no comparativo do mesmo período do ano passado (aumento de 14,5%).

A banana também registrou saldo positivo, conforme o mesmo levantamento. Passou de 198,5 mil toneladas para 207,4 mil toneladas (aumento de 4,5%). Já cana-de-açúcar de 73,44 milhões de toneladas para 76,81 milhões de toneladas (aumento de 4,6%).

“Apesar de algumas dificuldades, o setor mostra sua força, crescendo e proporcionando desenvolvimento para municípios goianos. A Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, junto com as jurisdicionadas Emater, Agrodefesa e Ceasa, tem promovido ações, projetos e atividades para que o produtor rural possa desenvolver suas atividades no campo, resultando na criação de emprego e renda, na movimentação da economia nas cidades e no estímulo ao comércio e produção industrial”, declara o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.