Goiás recebe R$ 7,1 milhões para investir em projetos industriais

Oito projetos beneficiados pelo Programa Produzir, de incentivo industrial, vão gerar 177 novos empregos diretos em sete municípios

Foto: Reprodução

O setor industrial goiano teve R$ 7,1 milhões aprovados em uma reunião nesta quarta-feira (4/7) que serão revertidos em investimentos para oito projetos do Programa Produzir, de incentivo industrial. Com isso, empresas serão instaladas, expandidas gerando 177 empregos diretos nas cidades de Anápolis, Ipameri, Goiânia, Palmeiras de Goiás, Aparecida de Goiânia, Buriti Alegre e Luziânia.

O Grupo Moreira, de supermercados, está entre as empresas com projetos aprovados e vai investir R$ 2,4 milhões na implantação de uma indústria de panificação em Goiânia. Todas as outras cidades citadas também possuem empresas com projetos aprovados.

O secretário de Desenvolvimento, Leandro Ribeiro disse que a aprovação desses novos projetos é motivo de comemoração para os goianos. “Goiás continua em ritmo positivo de crescimento, gerando trabalho, emprego e renda, por ser um Estado atrativo aos interesses de investidores e produtores nacionais e internacionais”, afirmou.

Outro investimento expressivo aprovado na reunião é a proposta de expansão da indústria de biocombustível de sebo bovino do grupo Minerva, no município de Palmeiras de Goiás. A Minerva é uma das maiores indústrias do País e da América do Sul em sua especialidade, com unidades em Goiás (Palmeiras de Goiás e Goianésia), São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rondônia, Tocantins e também no Paraguai, Uruguai, Argentina e Colômbia.

Está presente no mercado de gado vivo e seus derivados, tendo atuação importante no setor de carnes in natura, couro, abate, processamento, comércio, importação e exportação. Em 2011, inaugurou sua atuação na produção industrial de biocombustível bovino, com aproveitamento de matéria excedente de suas unidades produtoras. Para isso, investiu R$ 10 milhões na inauguração da unidade de biodiesel de sebo bovino, com produção prevista de 45 mil litros/dia e agora, com esse projeto, fará a expansão dessa atividade no Estado.

Para a atual expansão de planta industrial aprovada hoje pelo Produzir, a empresa Minerva vai investir mais R$ 1,5 milhão, ampliando também a geração de empregos no município. A ampliação da unidade de Palmeiras de Goiás reforça também a condição de competitividade industrial do Estado.

Deixe um comentário