Goiás pode receber vacinas para campanha contra gripe H1N1 nos próximos dias

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), nos próximos dias as doses podem ser distribuídas aos estados, que terão autonomia para antecipar a vacinação

Reprodução

Nesta segunda-feira (9/4) o Ministério da Saúde informou que as doses para a Campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza podem chegar a qualquer momento e, com isso, serão enviadas aos estados que terão autonomia para antecipar, ou não, a ação. Se isso acontecer, a Secretária Estadual de Saúde do Estado de Goiás (SES) garantiu que irá optar pelo adiantamento.

A SES informou, ainda, que se a campanha, que estava prevista para começar no dia 23 de abril, for antecipada em Goiás, seguirá normalmente antepondo os grupos prioritários. Nestes grupos estão inclusos indivíduos com 60 anos ou mais, crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade, as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores da saúde, os professores das escolas públicas e privadas, os povos indígenas, os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Após o período, a ser estipulado, de atendimento aos grupos prioritários, a campanha se estende para os demais cidadãos, como é feito todo ano.

Casos

O último boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) registrou cinco mortes por conta do vírus H1N1, uma por H3N2 e 35 por outras variações da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). No total, 274 pessoas diagnosticadas com a Srag.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.