Goiás pode receber pacientes de Covid-19 vindos de Manaus

Estado está na lista do Ministério da Saúde para transferência de pacientes da capital do Amazonas, que tem o sistema colapsado

O estado de Goiás fará parte do plano de transferências de pacientes de Covid-19 de Manaus. Pelo menos 750 pessoas acometidas pela infecção devem ser transferidas também para o Piauí, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Norte e Brasília a partir da próxima sexta-feira, 15.

O Ministério da Saúde solicitou que o estado de Goiás recebesse 120 pacientes encaminhados pela Secretaria de Estado da Sáude do Amazonas. No entanto, o estado ainda não recebeu informações adicionais. Por meio de nota, a pasta informa que “segue à disposição e aguarda mais detalhes” do ministério e do Amazonas sobre a lista de pacientes, estado clínico e horário da chegada.

O plano de transferência de pacientes do Amazonas será operado, em parceria, pelo governo do Amazonas, Ministério da Saúde e Ministério da Defesa.

Segundo o governo do Amazonas, a demanda por oxigênio hospitalar nos últimos dias é mais do que o dobro da registrada durante o primeiro pico da Covid-19 em Manaus. Diante disso, o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), solicitou auxílio do governo federal.

Números

Entre abril e maio, a demanda diária de oxigênio chegou a 30 mil metros cúbicos. Nos últimos dias, a demanda chegou a 70 mil metros cúbicos.

A prefeitura de Manaus, na quarta-feira, 13, registrou 198 enterros em um único dia. O maior número já registrado desde o início da pandemia.

Além disso, segundo a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), o número de internações chegou a um pico diário de 250 nesta semana. O número é quase dobro do registrado no ápice da epidemia entre abril e maio de 2020. Com informações de O Globo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.