Goiás pode passar a ser exportador de carne e café para Indonésia

Visita realizada por goianos pode resultar em acordos de exportação. Presença do país asiático em feira de negócios de Rio Verde também foi discutida

Edival Oliveira Júnior com os embaixadores da China e Indonésia | Foto: Sedi/Cedida ao Jornal Opção

O superintendente de Comércio Exterior da secretaria de Desenvolvimento e Econômico e Inovação de Goiás, Edival Oliveira Júnior, e o gestor público da Sedi, Ronaldo Costa Fernandes, estiveram, nesta quinta-feira, 21, nas embaixadas da China e da Indonésia, em Brasília, para buscar novas parcerias comerciais para Goiás. O encontro com o embaixador indonésio sinalizou que o Estado pode passar a exportar carne e café ao país asiático nos próximos meses.

A reunião com o embaixador Edi Yusup começou discutindo o interesse dos goiano em exportar carne bovina à Indonésia. Atualmente o país é dependente das produções de carne australianas. Entretanto, durante o diálogo, ainda foi demonstrada por parte de Edi Yusup a demanda por importação de café. Segundo o Superintendente de Política Agrícola, Agronegócios e Irregação, Donalvam Maia, Goiás tem 100 cafeicultores, o suficiente para a produção de qualidade ao novo importador.

Ainda segundo Donalvam, a qualidade do café produzido em Goiás é considerada alta, já que as condições do cultivo são favoráveis. O superintendente afirma ainda que dos atuais 100 produtores, 30 são de grande porte. A partir de agora a pasta deve buscar agremiar os produtores e posteriormente apresentar a qualidade aos indonésios.

Além do diálogo sobre negócios, os dois encontros acertaram a participação dos países na Tecnoshow, evento que acontece em Rio Verde em abril e que é considerado vitrine de tecnologias para o homem do campo. A presença dos dois países é definia pelo superintendente Edival como mecanismo de internacionalização da feira.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.