Goiás pode ganhar sistema permanente de controle dos veículos que entram e saem do Estado

Presidente do Secovi defende proposta e detalha benefícios em relação ao perímetro urbano da BR-153

BR-153 | Foto: Reprodução

O presidente do Sindicato dos Condomínios e Imobiliárias de Goiás (Secovi), Ioav Blanche, falou ao Jornal Opção sobre uma ideia que está sendo amadurecida por várias frentes, em diálogo com a Secretaria de Economia do Estado, para desenvolver um sistema permanente de controle dos veículos que entram e saem do Estado.

“O fazer se inicia pelo pensar”, defende Ioav, ao pontuar que a ideia teria surgido a partir de uma demanda da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Para o presidente do Secovi, a implantação da ideia na Região Metropolitana de Goiânia é de suma importância para diferentes setores. Podendo auxiliar, por exemplo, com informações que irão embasar o projeto de construção de uma via.

“Para se projetar uma via é preciso conhecer a demanda. Hoje temos uma percepção de como o Anel Viário é importante. Só que uma coisa é ter a percepção e outra bem diferente é ter informações e números mostrando que saíram x caminhões que vieram de São Paulo rumo a Nerópolis”, exemplifica Ioav. Ele ressalta, no entanto, que as conversas são iniciais e devem ser amadurecidas. No entanto, já existe uma sinalização de interesse o poder público.

BR -153 Foto: Reprodução

Cidade Inteligente

Blanche detalha que, ao saber de onde parte um veículo e qual é o seu destino, seria possível mensurar quantos veículos poderiam ser tirados do perímetro urbano e quais os impactos disso. “Também é possível desenhar se isso pode ser feito por uma PPP [Parceria Público-Privada], se poderá cobrar pedágio” complementa ao comentar a situação do perímetro urbano da BR- 153.

Questionado sobre o interesse da pasta liderada por Cristiane Schimdt, ele aponta a possibilidade de utilização do novo sistema para o controle de cargas, com a vinculação da carga à placa do veículo. “Fala-se muito em cidades inteligentes, pois isso é cidade inteligente. Você tem o uso das informações, de recursos eletrônicos, para ajustar o dia-a-dia da cidade”, conclui Ioav.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.