Goiás na Frente: Marconi lança programa que destina R$ 9 bilhões em investimentos

Em evento nesta quinta, governo de Goiás lança planejamento de obras e revitalizações em setores como infraestrutura, saúde, educação e habitação

Foto: Larissa Quixabeira/Jornal Opção

O governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB) lançou na manhã desta quinta-feira (30/3), no Centro Cultural Oscar Niemeyer, o Programa Goiás na Frente, que prevê um investimento de R$ 9 bilhões com alcance a todos os 246 municípios do Estado, sendo R$ 6 bilhões do governo e R$ 3 bilhões advindos da iniciativa privada.

As áreas contempladas são as mais diversas, com destaque para rodovias, saúde, educação, segurança, habitação e inovação tecnológica. Os recursos para os municípios, da ordem de R$ 500 milhões, têm como fonte o Tesouro Estadual e serão repassados às administrações por meio da assinatura de convênios. O aporte financeiro será dividido em duas parcelas: R$ 250 milhões, em 2017, e R$ 250 milhões, em 2018.

Marconi e José Eliton durante cerimônia no CCON | Foto: Larissa Quixaberia

Com os investimentos, o governo de Goiás se antecipa ao restante do País e anuncia o primeiro conjunto de investimentos pós-crise econômica nacional. Segundo a gestão estadual, o Goiás na Frente é “resultado do planejamento administrativo e das medidas de austeridade fiscal adotadas por Marconi a partir do final de 2014”.

O conjunto de investimentos é formado por receitas resultantes do ajuste fiscal, da privatização da Celg Distribuição, de receitas do Orçamento Geral do Estado, convênios com a União e de aportes da iniciativa privada.

O governador Marconi Perillo afirma que o Goiás na Frente vai acelerar o o desenvolvimento econômico e humano do Estado no pós-crise, com impacto no Produto Interno Bruto (PIB), na infraestrutura social e na geração de empregos. “É uma reação. Esse plano vai trazer muito desenvolvimento e empregos para o estado”, disse Marconi, enfatizando que a base de tudo é o planejamento estratégico. “Estou sendo muito rigoroso nisso”, disse.

O Goiás na Frente foi dividido em três etapas: a definição de prioridades de obras a serem continuadas no Estado, o aporte de R$ 500 milhões para todas as prefeituras goianas e, por fim, o acompanhamento e monitoramento dos investimentos pela gestão.

Pronunciamentos

Durante discurso em solenidade no Centro Cultural Oscar Niemeyer, na manhã desta quinta-feira, o vice-governador José Eliton (PSDB) fez questão de elogiar a responsabilidade fiscal do governo goiano e o apoio do governo federal quanto à privatização da Celg D e a abertura de diálogo com os Estados. “Goiás teve um crescimento extraordinário. Estamos preparando o Estado para um novo saldo de desenvolvimento”, afirmou o tucano.

Representando o presidente Michel Temer (PMDB), o ministro das Cidades, Bruno Araújo, também marcou presença no evento. Em posse da palavra, o auxiliar elogiou bastante o governo de Goiás e disse que o Estado, hoje, é alvo de reconhecimento nacional. “9 bilhões de reais é volume de dinheiro em qualquer local. São poucos os estados em que vemos anúncios em que o governo especifica de forma exata cada fonte de recurso”, disse.

Por fim, em discurso, Marconi agradeceu o papel de destaque de toda a base aliada no processo de recuperação fiscal do Estado, enaltecendo o trabalho da ex-secretária da Fazenda Ana Carla Abrão. Já no evento, o tucano chefe assinou ordens de serviço para as obras.

“Este é o maior programa de investimento do Brasil. Duvido que algum Estado brasileiro, proporcionalmente ou mesmo em números reais, apresente um programa dessa magnitude”, endossou o governador.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.