Goiás está entre os três Estados brasileiros com redução de crimes violentos em 2020

Estudo reúne números de ocorrências criminais e de vítimas em todas as unidades da Federação

Forças policiais de Goiás são referência segundo estudo | Foto: Divulgação

Goiás é um dos três Estados do Brasil que mais reduziu número de roubos no primeiro semestre de 2020, se comparado com o mesmo período do ano passado. A redução foi 42,3%.  É o que diz um estudo divulgado nesta segunda-feira, 19, pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, por meio da publicação do Anuário de Segurança Pública de 2020.

De acordo com a pesquisa, a média nacional dos registros de roubos, incluindo todos os tipos, apresentou redução de 24,2% nos seis primeiros meses de 2020, sendo as maiores reduções registradas no Espírito Santo (-44,1%), Amapá (-43,8%).

O levantamento mostra que Goiás também figura entre as três unidades da Federação que mais reduziram os indicadores de homicídio, se comparado o primeiro semestre deste ano com mesmo período de 2019. Goiás apresenta recuo de 16,6%. Resultado do Estado vai, inclusive, na contramão da média nacional, que mostra aumento de 8,3% no número deste tipo de crime. Outra redução expressiva é nos latrocínios, também colocando o Goiás em posição relevante, com queda de 37,1%.

Vamos continuar trabalhando para que essa redução seja constante e que o reflexo dela venha, cada vez mais, para a população”, comenta o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda.

O Anuário de Segurança Pública de 2020 também traz dados que indicam que Goiás é o segundo Estado que mais reduziu roubo de veículos – ficou atrás somente do Amapá, que tem pouco mais de 860 mil habitantes. Com queda de 38,4% nos casos.

A produtividade das forças policiais goiana também é referência. O estudo mostra que Goiás está entre os seis estados brasileiros que mais apreenderam armas de fogo no primeiro semestre de 2020. Foram 3.124 armas de fogo apreendidas nos seis primeiros meses desse ano, média de 520 por mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.