Goiás está entre os primeiros no ranking de transparência das ações contra a Covid-19

Portal da Transparência de Goiás alcançou 83 pontos, numa escala que vai de 0 a 100,  colocando Goiás em 5º lugar na lista

Goiás é um dos primeiros colocados entre os estados do País no Índice de Transparência da Covid-19, medido pela Open Knowledge Brasil. A entidade avalia a qualidade dos dados e informações relativas à pandemia publicados pela União e pelos estados em seus portais oficiais. O CoronaTransp, painel de divulgação das ações de combate ao coronavírus, publicado no Portal da Transparência de Goiás (www.transparencia.go.gov.br), alcançou 83 pontos, numa escala que vai de 0 a 100, de acordo com boletim divulgado nessa quinta-feira, 23, colocando Goiás em 5º lugar na lista.

O índice, que pode ser conferido no endereço www.transparenciacovid19.ok.org.br, considera o estado que alcançar mais de 80 pontos está  classificado como de alto nível. O CoronaTransp, coordenado pela Controladoria-Geral do Estado (CGE), atende determinação do governador Ronaldo Caiado para que a população tenha, em um mesmo local e de forma clara, todas as informações sobre como Goiás trabalha e investe os recursos públicos na aquisição de bens e serviços para superar essa pandemia. Nos dez painéis, também podem ser conferidos detalhadamente todos os números dos casos de coronavírus no Estado.

Composição

Para a composição do no Índice de Transparência da Covid-19, são avaliados um conjunto de dados essenciais (conteúdo) e parâmetros para que sejam publicados (granularidade e formato). Na medida em que a transparência das informações de cada ente corresponde a estes critérios, mais essa transparência contribuirá para agilizar o trabalho interno dos órgãos públicos e facilitar o envolvimento de outros setores da sociedade para construir soluções em conjunto com o poder público.

A Open Knowledge Brasil, também conhecida como Rede pelo Conhecimento Livre, é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos e apartidária que atua no país desde 2013. Desenvolve e incentiva o uso de tecnologias cívicas e de dados abertos, realiza análises de políticas públicas e promove o conhecimento livre para tornar a relação entre governo e sociedade mais transparente e participativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.