Goiás é o 3º estado com melhor desenvolvimento social do País

Levantamento levou em conta índices do IBGE como desigualdade social e pobreza, com dados entre os anos de 2004 e 2014

Goiás é o terceiro estado com melhor desenvolvimento social do País, entre 2004 e 2014, de acordo com estudo realizado pela consultoria Macroplan, com dados do IBGE e publicado no site da revista Exame.

O índice de desenvolvimento social é baseado em indicadores como menor pobreza e menor desigualdade. O líder do ranking é o estado de Santa Catarina. A região Centro-Oeste é destaque com Mato Grosso e Mato Grosso do Sul ocupando a 4ª e 5ª colocação, respectivamente.

Uma das coordenadoras da pesquisa da Macroplan, a consultora Adriana Fontes, disse que a melhora na região também aconteceu devido ao desempenho do mercado de trabalho. “Há elevada participação no mercado, elevada taxa de ocupação e baixo desemprego”, disse ela à revista Exame.

Além dos estados do Centro-Oeste, outro destaque foi Roraima, que registrou um avanço de 9 posições no ranking em uma década, saindo do 23º lugar para o 14º. Por outro lado, outro estado do Norte, Amazonas, perdeu 11 posições no mesmo período, indo de 13º para 24º.

Ja os estados do Rio de Janeiro e São Paulo, despencaram no ranking, impactados principalmente pela desigualdade de renda que evoluiu nos 10 anos analisados pelo levantamento. São Paulo caiu do 2º lugar em 2004 para o 7º em 2014. Já o Rio de Janeiro saiu do 4º lugar para o 11º, perdendo 7 colocações no mesmo período.

Medidas

Em 2016, dados do Ministério do Trabalho mostram Goiás como o estado que mais gerou empregos no Brasil, mantendo a média dos últimos anos. Enquanto a maioria dos estados enfrenta grave crise econômica, Goiás cresce acima da média nacional e continua atraindo empresas e novos investimentos.

Nesta semana, o governador Marconi Perillo assinou protocolo de intenção para instalação de unidades de cinco empresas no Estado a partir de 2017. O investimento gira em torno de R$ 500 milhões e a expectativa é que 50 mil empregos sejam criados.

Goiás também virou referência em todo o País devido à sua rede proteção social, que é uma das marcas dos governos de Marconi Perillo. Programas como o Renda Cidadã e Bolsa Universitária inspiraram a criação do Bolsa Família e ProUni. Só o Bolsa Universitaria já contemplou em Goiás mais de 150 mil estudantes.

Neste ano, o presidente Michel Temer (PMDB) usou outro programa social de Goiás como modelo com a criaão do Cartão Reforma nos moldes do Cheque Mais Moradia, do governo do Estado. Lançado em novembro, o programa visa auxiliar famílias carentes na reforma de suas residências.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.