Goiás deve receber R$18 bilhões em investimentos de pequenas centrais hidrelétricas

No momento, 96 PCHs foram aprovadas pela Aneel e aguardam emissão de licença ambiental. Governo estadual se comprometeu a agilizar processo

Pequena Central Hidrelétrica (PCH) | Foto: Reprodução/Enermerco

Em videoconferência realizada entre o governador Ronaldo Caiado (DEM), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Andrea Vulcanis, e o chefe do Gabinete de Representação do Estado de Goiás no Distrito Federal, Breno Vieira, além de empresários, o governo estadual anunciou que trabalha para implantar mais de 180 pequenas centrais hidrelétricas (PCHs). Os investimentos no Estado devem totalizar R$18 bilhões.

Até o momento, a Aneel aprovou 96 PCHs, que devem gerar 1.759MW, de acordo com levantamento da Secretaria-Geral da Governadoria (SGG). Os projetos, que aguardam por licença ambiental, tem estimativa de investimentos da ordem de R$10 bilhões. Outros 86 PCHs ainda são estudados pela agência.

“Vamos acompanhar o licenciamento de forma a agilizar o processo e garantir que esse investimento seja feito o quanto antes, aquecendo a economia, gerando empregos e energia”, afirmou Adriano Rocha Lima, secretário da SGG.

Durante a reunião, o governo apresentou mudanças no processo de avaliação para que sejam atingidas metas de emissão de licenças.

Videoconferência sobre PCHs | Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.