Goiás ainda aguarda confirmação de voo com pacientes de Manaus

Devido a logística, pacientes estão sendo transportados para locais mais próximos como São Luís e Teresina. No entanto, Hospital das Clínicas segue pronto para recebê-los

Paciente acometido pela Covid-19 em Manaus / Foto: Reprodução

Os voos que partiram até agora de Manaus, nenhum tem como destino o Estado de Goiás. O transporte dos pacientes que necessitam de atendimento médico emergencial está sendo realizado, primeiramente, para localidades mais próximas, como São Luís e Teresina.

Ainda não há previsão que confirme a chegada desses pacientes ainda hoje em solo goiano, no entanto toda a logística e operação necessária para recebê-los seguem montadas.

“Os voos para Goiás são diferentes. Demanda mais tempo de deslocamento e exige mais oxigênio para o paciente durante o voo. O Hospital das Clinicas segue preparado para receber os pacientes, mas tudo indica que não venham hoje”, disse o diretor da unidade de Saúde, José Garcia.

Samu

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também segue preparado para participar da operação de transporte do pacientes. Os socorristas seguem em estado de alerta e disponibilizaram 13 viaturas para atenderem exclusivamente esses pacientes.

Segundo a direção do Samu, 11, das 13 viaturas, são Unidades de Suporte Básico (USB), ou seja, que possuem UTI móvel, e duas Unidades de Suporte Avançado (USA) que têm o acompanhamento médico. Caso haja necessidade, mais quatro veículos poderão ser disponibilizados.

Ainda de acordo com os dirigentes, após a saída de cada paciente, todos os veículos utilizados serão higienizados como de costume. Será feita uma limpeza terminal, que é a limpeza geral das superfícies verticais e horizontais, e seguida será feita a desinfecção do mobiliário.

A previsão é que, neste primeiro momento, cheguem à Goiânia 20 pacientes com Covid-19, de Manaus. Todos serão levados para o HC da Universidade Federal de Goiás (UFG).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.