Goiás adota providências para colocar Hospital de Campanha de Águas Lindas em funcionamento

SES-GO afirma que rede estadual está equipada com 280 ventiladores para atendimento de casos de Covid-19. Outros três processos de aquisição estão em curso para a compra de, no mínimo, mais 350 ventiladores

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) afirmou ao Jornal Opção que recebeu, na semana passada, um documento do Ministério da Saúde (MS) informando que, em breve e em parceria com o Ministério da Infraestrutura, o MS receberá o Hospital de Campanha de Águas Lindas de Goiás.

Após o recebimento da obra, o Ministério da Saúde deve transferir a gestão do local para o governo de Goiás. Para tal, já estaria inclusive sendo providenciado o Acordo de Cooperação Técnica a ser celebrado entre o órgão do governo federal e o governo de Goiás, dispondo sobre as responsabilidades das partes.

O documento informa ainda que a SES-GO já está autorizada a adotar as providências para o funcionamento pleno do hospital, de forma a assumir integralmente a responsabilidade de operação e gestão hospitalar, como por exemplo, iniciar as tratativas para estruturação da gestão com equipamentos, insumos, recursos humanos, medicamentos e demais meios necessários.

Com a autorização, a secretaria já tramita internamente o processo para definir o Contrato de Gestão para administração da unidade.

Recursos para aquisição de respiradores

Na quinta-feira passada, 7, a Assembleia Legislativa de Goiás aprovou o projeto de lei que autoriza a abertura de créditos extraordinários de R$ 351 milhões para os hospitais de campanha. O governador Ronaldo Caiado (DEM) sancionou a medida no mesmo dia. O Hospital de Campanha de Águas Lindas de Goiás será um dos locais contemplados com o recurso, que será usado também para a aquisição de respiradores.

Segundo a SES-GO, o Entorno contará ainda com o reforço do atendimento de duas unidades que estão em processo de estadualização em Formosa e Luziânia. Juntos, esses dois hospitais deverão acrescentar de 130 a 140 leitos para o combate à Covid-19 na região.

“O Governo de Goiás tem se empenhado desde o início da pandemia para ampliar o número de respiradores no Estado. Como resultado imediato, está o HCamp de Goiânia, equipado com 70 unidades em pouco menos de um mês de trabalho. Na rede estadual, ao todo, já são 280 ventiladores disponíveis para atendimento de casos de Covid-19”, destaca a pasta.

Processos licitatórios

O governo de Goiás, por meio da Secretaria de Saúde, também enviou ofício para o Ministério da Saúde solicitando a compra de equipamentos. Em paralelo, a SES-GO afirma contar com pelo menos outros três processos de aquisição em curso, por meio de procedimentos licitatórios para a compra de, no mínimo, mais 350 ventiladores.

“Trata-se de processos delicados, que precisam ser realizados com toda rigidez, buscando sempre a melhor proposta para o interesse público, o que demanda contatos com diversos fornecedores, para evitar problemas como os sofridos pelo governo do Pará, que teve de devolver equipamentos inadequados”, diz a pasta.

Paralelamente, a SES-GO mantém parcerias com instituições de ensino para recuperar os ventiladores de suas unidades que estavam em desuso. Na segunda-feira, a secretaria recebeu dez equipamentos recuperados, entregues à em abril deste ano para a realização de reparos. Outros aparelhos devem ser entregues em novas remessas.​

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.