Goiano pode ser novo secretário-geral do Conselho Nacional do MP

Carlos Vinícius Alves Ribeiro, titular da promotoria de Justiça de Bela Vista de Goiás, foi convidado pelo procurador-geral da República, Antônio Augusto Brandão de Aras

O promotor de justiça de Goiás, Carlos Vinícius Alves recebeu, nesta terça-feira, 30, o convite para ocupar o cargo de secretário-geral do Conselho Nacional do Ministério Público. A proposta foi feita pelo procurador-geral da República, Antônio Augusto Brandão de Aras. Caso o Senado aprove, ele vai atuar no órgão Central da Administração do CNMP.

De acordo com o procurador-geral da República, a escolha pelo representante do MP goiano ocorreu por causa da capacidade de articulação que possui com os demais órgãos, poderes e autoridades da república. Carlos Vinícius é pós-doutor em Democracia pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, pós-doutorando, doutor e mestre em Direito de Estado de São Paulo e professor titular de Direito Administrativo e Doutorado do Instituto Brasília.

Em fevereiro deste ano, Carlos foi indicado pelo Conselho Nacional de Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União (CNPG) para integrar a lista tríplice que concorreria à composição do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na vaga destinada aos MPs dos EStados. Na época, os outros dois nomes foram Danilo Raposo Lírio (MP-ES) e João Paulo Santos Schoucair (MP-BA).

No dia 15 de dezembro do ano passado, Carlos Vinícius venceu a eleição no MP-GO para concorrer à indicação ao CNJ no biênio 2021-2023, onde obteve 201 votos na disputa com o também promotor de justiça Mário Henrique Cardoso Caixeta, que recebeu 115 votos. A lista tríplice foi formada em Brasília, durante sessão ordinária do CNPGO, que contou com a participação do procurador-geral de Justiça de Goiás, Aylton Vechi.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.