“Goiano está com saudade da Celg”, diz Marcelo Baiochi em reunião com Aneel

Presidente da Fecomércio cobrou melhorias no atendimento da empresa à população do Estado

Presidente da Fecomércio esteve reunido com diretores da Aneel na manhã desta quinta-feira, 14 | Foto: Divulgação

O presidente da Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio-GO), Marcelo Baiochi, disse, em encontro com a Aneel, que o goiano já está com saudade da Companhia de Energia Elétrica de Goiás (Celg). Ele cobrou, nesta quinta-feira, 14, um melhor atendimento por parte da Enel, que comprou a estatal e é responsável pelo serviço.

“Está acontecendo o que ninguém esperava: um dia a gente ter saudade da Celg”, disse. Segundo Baiochi, os pequenos e médios comerciantes do interior e da periferia da Capital são os que mais sofrem, ficando até dois dias sem eletricidade. “Esses pequenos empresários perdem mercadorias e negócios, sendo que os grandes ainda conseguem comprar gerador, o que sempre é um gasto a mais”, pontuou.

Ele também criticou a exigência de que o comerciário tenha que pagar pela extensão de rede elétrica e por direcionar algumas ligações de energia para uma empresa do mesmo grupo da concessionária. “Precisamos de profissionalismo, agilidade e segurança jurídica “, resumiu.

Em resposta, os diretores da Aneel disseram que estão tomando medidas de curto prazo para minorar os problemas e admitiram que o serviço está aquém da necessidade da população. Os representantes também reconheceram o crescimento das reclamações e dizem estar fazendo um plano emergencial de obras.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.