Só com feijão, goianiense gastou quase 98% a mais no último mês

Pesquisa divulgada nesta quarta-feira (6/7) pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) mostra que Goiânia foi a capital do País que apresentou a maior alta no preço da cesta básica entre janeiro e junho de 2016.

Segundo o levantamento, a capital goiana registrou variação de 25,59%, seguida por Aracaju (23,22%) e Belém (19,13%). Os menores aumentos ocorreram em Manaus (4,41%), Curitiba (6,31%) e Florianópolis (9,24%).

Em relação ao mês de junho, Goiânia teve a segunda maior alta, com 9,40%, ficando atrás apenas de Florianópolis (10,13%). O preço da cesta básica fechou no último mês em R$ 421,46 na capital, a décima mais cara do País.

Em junho, os produtos que mais tiveram impacto no custo da cesta básica no País foram o feijão, a manteiga e o leite. Conforme o levantamento, Goiânia é a vice-líder na variação do preço do feijão, apresentando um aumento de 97,73%, enquanto Aracaju registrou 106,96%.