Vítimas de ataques na França são homenageadas em Goiânia

Ato na capital goiana segue tendência de outros estados e países. Ao menos 128 pessoas morreram na série de atentados — dois brasileiros ficaram feridos

Estabelecimento do Setor Sul, em Goiânia, homenageia vítimas de ataques | Marcello Dantas

Estabelecimento no Setor Sul com cores da bandeira francesa | Marcello Dantas

Após o pior ataque terrorista da história da França, que deixou 128 mortos e 250 feridos na última sexta-feira (13), pontos da capital homenageiam as vítimas iluminando pontos comerciais e edifícios com as cores da bandeira francesa. Dois brasileiros tiveram ferimentos nos episódios.

Uma farmácia localizada na Rua 83, na confluência entre os setores Central e Sul, teve a iluminação da fachada personalizada. O topo de prédios de uma mesma construtora, localizados no Setor Jardim Goiás e na Alameda Ricardo Paranhos, também fizeram homenagens.

A capital goiana segue tendência de outros estados brasileiros, que homenageiam as vítimas em ato de solidariedade. No Brasil, o estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, foi visto com as três cores da França. No Rio de Janeiro, o Cristo Redentor teve iluminação alterada, assim como o Palácio do Planalto, em Brasília.

A Prefeitura de Goiânia informou que não tem nenhum prédio realizando ação do tipo. No sábado (14), o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), usou as redes sociais para manifestar repúdio aos atentados. “Estamos todos chocados com os ataques terroristas que voltaram a atingir Paris”, disse o tucano, em publicação no Twitter.

Ao menos 128 pessoas foram mortas na série de ataques em Paris, sendo 70 na casa de shows Bataclan. É o pior ataque à França na história recente. O grupo radical Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade no fim de semana.

Prédios da mesma construtora foram iluminados com as cores da bandeira da França, no Jardim Goiás | Divulgação

Prédios foram iluminados com as cores da bandeira da França, no Jardim Goiás | Divulgação

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.