Goiânia tem ao menos dois outros outdoors com propaganda política irregular

Painéis publicitários foram vistos no Parque da Laranjeiras e também nas imediações do Portal do Sol Green, no Residencial Goiânia Golfe Clube

Depois da remoção de uma peça publicitária no Residencial Clea Borges, pela Agência Ambiental do Meio Ambiente (Amma), começou a ser denunciada a existência de outros painéis publicitários com propaganda eleitoral, o que é considerado irregular, em Goiânia. A Capital tem pelo menos outros dois outdoors com o mesmo perfil do que foi retirado pela Prefeitura de Goiânia, um na Rua Professor de Castro, no Parque das Laranjeiras; e outro nas imediações do Portal do Sol Green, localizado no Residencial Goiânia Golfe Clube. Há também informações sobre a existência de um painel na entrada da cidade de Caturaí, situada a 44 quilômetros de Goiânia.

Os painéis contêm fotos do presidente Jair Bolsonaro (PL) e do deputado federal Major Vitor Hugo (PSL) sem nenhuma identificação ou autorização por parte da Amma. O parlamentar tem trabalhado para pavimentar o nome dele numa possível candidatura ao Palácio das Esmeraldas nas eleições deste ano, no dia 02 de outubro. Já Bolsonaro caminha para disputar a reeleição ao Palácio do Planalto. Os outdoors têm apenas a assinatura de um grupo intitulado ‘Patriotas Voluntários’.

Pela lei eleitoral, o uso de outdoors para exaltar qualidades pessoais de possíveis candidatos não é permitido. Essa regra vale tanto no período eleitoral quanto fora dele. O Ministério Público de Goiás (MPGO) inclusive investiga o caso com propaganda eleitoral do candidato à presidência Jair Bolsonaro. Se comprovada, a prática está sujeita à imediata retirada do conteúdo e ao pagamento de multa. O promotor Haroldo Caetano, responsável pelo caso, também vai apurar possível participação e cumplicidade da empresa de outdoor. “Serão responsabilizados”, afirma.

O artigo 39 da Lei Eleitoral proíbe o uso de outdoors, inclusive eletrônicos, para veiculação de propagandas eleitorais. Além disso, como a denúncia aponta para o começo do ano, a prática pode denominar propaganda eleitoral antecipada, por ter sido feita antes do dia 15 de agosto. O próprio eleitor pode fazer a denúncia às centrais de atendimento do Ministério Público Federal (MPF). A Justiça Eleitoral processará os envolvidos, mas só pode agir depois de apresentada a denúncia pelo MPF. 

3 respostas para “Goiânia tem ao menos dois outros outdoors com propaganda política irregular”

  1. Avatar Regis Oliveira disse:

    Procurei e não localizei onde se encontra a propaganda política. Será que o dileto editor do jornal, pode retornar um e-mail respondendo onde tem propaganda?

    Pois se isto é propaganda política, existe muitas propagandas na cidade tipo: “A comunidade agradece ao vereador XXXXXXX, pela reforma da praça”.

  2. Avatar Marlon disse:

    Chega a ser vechatorio a atitude de certos políticos que são maliciosos e se fazem de desentendido. Esta claro que estão querendo sair na frente para chamar atenção do eleitor.

  3. Avatar Diego disse:

    Claro. Não pode ter outdoor de um político que quer consertar essa bagunça que foi feita no país. Acho melhor o blog opção se concentrar na tentativa de bloqueio do telegram pra ver se consegue algo q pelo menos faça uma coceirinha na gente. Se fosse um outdoor do Marconi ou do Caiado não seria propaganda política, mas sim uma homenagem. Aceita q dpi menos!! 2022 vamos ter novamente o presidente genocida, gelocida, nazista, fascista, taxista, machista, eletricista, motorista, encanador… vão caçar um lote pra vcs capinarem. É BOLSONARO E MAJOR VITOR HUGO!!!!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.