Goiânia se torna referência nacional em festas de alto padrão

Estruturas impecáveis e fama de baladeiro dos goianos contribuem para sucesso das festas

Este slideshow necessita de JavaScript.

Se não tem mar, vamos para o bar. Lema dos goianos, a frase reflete a fama que tem levado a capital ser conhecida Brasil afora. Em busca de diversão, Goiânia recebe forasteiros de todos os cantos, passando a se tornar referência na produção de festas de luxo.

Tem para todos os gostos e em todas as épocas do ano. O que não faltam são opções para se divertir. O festival Villa Mix, Deu Praia, Festa Óscar, Festa 800, Festa da Fantasia e Wurm são alguns exemplos desses grandes eventos que atraem cada vez mais pessoas.

Com 23 edições já realizadas, a Festa da Fantasia já faz parte do calendário dos goianos e de outros estados também. Carlos Tahan, um dos produtores do evento, avalia, em entrevista ao Jornal Opção, que a fama das festas de Goiânia está ligada ao investimento em estrutura e na garantia de diversão.

“Aqueles que comparecem a estes eventos sabem que são de nível elevado em termos de estrutura e de serviço. E acredito que a Festa da Fantasia foi pioneira neste sentido e contribuiu bastante para este processo, já que quase 50% do público é composto por pessoas de fora de Goiânia”, explica.

O produtor Lucas Martins também está à frente de uma dessas festas de luxo que tem chamado a atenção dos baladeiros. A Wurm acontece em Goiânia desde 2009 e tem a proposta de oferecer ao público uma experiência além das baladas tradicionais.

“O goiano é baladeiro, gosta de bar, de festa. E Goiânia cresceu muito e acabou se tornando polo deste tipo de festas. Por isso a nossa principal preocupação é agradar o público e isso passa principalmente por realizar a festa em um local bacana com uma estrutura melhor ainda”, argumenta.

Também com a proposta de oferecer uma balada que fuja do padrão, Rodrigo Martins, um dos sócios, iniciou um evento batizado até então de Praynha Sunset, uma festa com estilo praiano e pé na areia. A proposta fez tanto sucesso entre os goianos que cresceu e se tornou o “Deu Praia”.

A balada proporciona diversão para todos os gostos e funciona em temporadas.  A aprovação foi tão grande que a balada já está sendo até mesmo franqueada para outros estados que também não possuem praia, como Mato Grosso.

Para Rodrigo, a variedade musical é um dos atributos que chamam atenção do público. Ainda sim, escolhe a disposição dos goianos como grande diferencial para o sucesso da empreitada.  “Temos shows de pagode, funk, rock, axé, sertanejo, entre outras modalidades. O que começou como uma festa virou um festival. Buscamos levar alegria e entretenimento aos goianos, por isso fizemos nossa ‘praia artificial'”, emenda.

Deixe um comentário