Goiânia recebe gaitista americano Mitch Kashmar, lenda do blues internacional

Músico realiza breve tour pelo Brasil entre maio e junho e a capital goiana foi uma das agraciadas. Jornal Opção Online publica entrevista exclusiva com o harmonicista, confira

Com 57 anos, Mitch Kashmar foi tragado pela melodia melancólica da gaita ainda na adolescência, enquanto cursava o ensino médio | Foto: Divulgação

Com 57 anos, Mitch Kashmar foi tragado pela melodia melancólica da gaita ainda na adolescência, enquanto cursava o ensino médio | Foto: Divulgação

O cenário do blues goianiense vai às alturas em 7 de junho, quando a Igor Prado Blues Band, em parceria com a banda goiana Abluesados e o Soul Pub, no Setor Marista, traz à capital o lendário gaitista americano Mitch Kashmar, que realiza a partir de 24 de maio um tour pelo Brasil, a começar por São Paulo e depois Espírito Santo, antes de pisar em Goiás. Nome de destaque na cena blueseira internacional, Kashmar foi considerado “um dos maiores harmonicistas e cantores de Blues da atualidade” pela Revista Blues Revue, dos Estados Unidos. Diante do destaque arraigado ao músico que estará em breve em solo goiano, o Jornal Opção Online conseguiu uma exclusiva com o próprio, que segundo frisou, está preparando “bastante gaita” aos blueseiros da capital goiana.

Para o produtor e também gaitista da banda Abluesados, Leandro Machado, trata-se de um nome “pesadíssimo do blues mundial”. “Já tocou com os maiores e, em termos de blues, é um dos principais que Goiânia já viu”, acentua o músico, que classificou de “responsabilidade muito grande” dividir palco com Mitch Kashmar.

“Mas a Abluesados faz isso há muito tempo, além de fazer seu próprio show, já acompanhamos diversos artistas, e muitas vezes sem ensaio. Para quem assiste o nosso show, parece que já tocamos juntos [com os convidados] há anos, mas na verdade o que conduz a coisa toda é o sentimento”, afirma Leandro. “Este show também trará Ari Borger, o maior pianista de blues do Brasil”, complementou animado o gaitista em conversa com a reportagem. Segundo ele, o ingresso deve custar em torno de R$ 40. A apresentação está prevista para iniciar à meia-noite.

Hoje com 57 anos, Mitch Kashmar foi tragado pela melodia melancólica da gaita ainda na adolescência, enquanto cursava o ensino médio. A partir de então montou bandas locais –– para tanto precisava usar o documento de identidade do irmão mais velho. Já maior de idade, início da década de 80, formou o grupo The Pontiax. Mudou-se com a banda para Los Angeles e lá gravaram o álbum “100 Miles to Go”. A partir de então ganharam as estradas em tours pelos Estados Unidos, Canadá e Europa. Agora, para saber mais sobre o blueseiro, confira trechos da entrevista, intermediada pela banda Abluesados e pelo guitarrista Igor Prado.

gaitista micht 2 ok

Porque a gaita? Quando, como e por que houve o primeiro contato com este instrumento?
A primeira vez que ouvi gaita foi no rádio, uma música do Little Walter, eu já gostava de guitarras e rock dos anos 70, mas quando ouvi aquela gaita amplificada pela primeira vez fiquei louco, desde então comecei a seguir os artistas que estavam na ativa naquela época, como George Smith & Walter Horton, mas logo depois conheci meu mentor o gaitista William Clarke.

Quais suas outras referências no mundo do blues?
Little Walter, Muddy Waters, Lightnin Hopkins e Junior Wells.

E as parcerias e divisões de palco mais marcantes de sua carreira?
Ah são várias, um dos momentos mais legais foi o show do Royal Albert Hall na Inglaterra o templo do Blues Britânico, fizemos um show com a banda WAR & Eric Burdon dos The Animals. Foi incrível!

Já esteve no Brasil antes?
Sim. A primeira vez foi por intermédio do Flávio Guimarães [que já tocou com a Abluesados aqui em Goiânia]. Me falaram que o Chico Blues, produtor de SP, que mostrou meu trabalho ao Flávio, de lá pra cá fiz algumas parcerias com o Ari Borger & o Igor Prado, pois eles produziram o ano passado no Festival Internacional SESC’n Blues, um projeto chamado “The West Coast Harp Legends” com Rod Piazza, Lynwood Slim e eu, fiquei muito orgulhoso de participar nesse projeto. Essa vinda de 2014 estaremos gravando um álbum juntamente com a banda do Igor Prado que sairá nos EUA no ano que vem e também farei uns shows com eles e com o Bryan Lee.

O que está preparando para apresentar aos goianos?
Bastante gaita porque sei que é um evento voltado para gaitista. Eu misturo a pegada tradicional com alguns elementos modernos, faremos blues tradicional, funk e outros grooves tb!

E o que você espera desse tour pelo Brasil?
Será maravilhoso como sempre, adoro o Brasil, tanta gente talentosa, ótima comida e uma plateia das mais calorosas do mundo!!!

E para matar de ansiedade os blueseiros goianos o Jornal Opção Online separou um pouco do que a noite de 7 de junho promete:

Uma resposta para “Goiânia recebe gaitista americano Mitch Kashmar, lenda do blues internacional”

  1. Avatar Aliny disse:

    Qual o local da apresentação ?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.