Goiânia participa de ‘Dia Livre de Impostos’ e comércio oferece descontos de até 70% nesta quinta, 27

Iniciativa é uma forma de protesto contra a alta carga tributária paga em todo o país. Somente em Goiânia, 1.742 lojas de roupa e óticas vão participar

O chamado “Dia Livre de Impostos” foi criado em 2003 pela Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem (CNDL), como uma forma de protesto contra a alta carga tributária que é paga em todo o Brasil. A iniciativa acontece em mais de 1.200 cidades e somente em Goiânia, cerca de 1.742 lojas de roupa e óticas já se cadastraram para participar da ação. Na próxima quinta-feira, 27, os comércios repassarão suas mercadorias aos clientes sem o valor dos impostos, proporcionando a eles descontos de até 70%.

Eberth Motta, presidente da CDL Jovem de Goiânia, afirma que o intuito é fazer com que a população perceba que as taxas aplicadas no País são abusivas. “Para se ter uma ideia, num ranking de 30 países, o nosso é o 14º que mais arrecada impostos, mas está na última colocação como do que melhor retorna o dinheiro para a população”, afirma.

Para Motta, uma reforma tributária faz-se cada vez mais necessária no Brasil, uma vez que sem ela, será ainda mais difícil estimular o investimento e promover o crescimento econômico do país. Raphael Paganini, coordenador nacional da CDL Jovem, reitera que o Dia Livre de Impostos veio para fazer com que os cidadãos percebam que a alta carga tributária do Brasil afeta direta e negativamente o seu poder de compra. 

“Com a alta tributação, os produtos ficam mais caros, então a população compra menos. Isso acarreta na diminuição dos números do varejo, que é obrigado a repassar os tributos no valor dos produtos, acarretando menos vendas, investimentos e geração de empregos. Sem emprego as pessoas diminuem seus gastos e assim por diante num ciclo vicioso”, explica Paganini.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.