Goiânia Noise Festival é tema de exposição no MIS

Evento faz parte das comemorações da 20ª edição do Goiânia Noise Festival, um dos maiores festivais de rock independente do Brasil

Divulgação

Divulgação

O Museu da Imagem e do Som (MIS), unidade da Secretaria de Estado da Cultura (Secult Goiás), inaugura nesta segunda-feira (01/12), às 19 horas, as exposições Marcatti Noise e Goiânia Noise: 20 anos, 20 Visões. O evento faz parte das comemorações da vigésima edição do Goiânia Noise Festival, um dos maiores festivais de rock independente do Brasil.

No vernissage Goiânia Noise: 20 anos, 20 visões, vinte artistas reimaginam cada Goiânia Noise Festival, acompanhados dos cartazes originais das vinte edições do evento.

Antes da abertura do vernissage, às 17 horas, será realizado debate com o quadrinista e artista independente Marcatti, com o tema Rock, Quadrinhos e Underground. A mostra Marcatti Noise é um panorama da carreira do mais independente e undergournd quadrinista brasileiro, com lançamento de livros, sessão de autógrafos e exibição em Super 8 do filme “Ovelha Negra”, raríssimo desenho animado produzido no início da década de 1980.

As exposições serão instaladas na Sala de Eventos do museu e ficam abertas ao público até 19 de dezembro, de segunda à sexta-feira, das 9 às 17h30. A entrada é gratuita. O MIS funciona no Centro Cultural Marieta Telles Machado, na Praça Cívica.

O Festival

O Goiânia Noise é um festival de música do rock alternativo independente que ocorre anualmente, desde 1995, em Goiânia. Sua primeira edição foi realizada em maio de 1995, na Praça Universitária da capital, contando com 14 atrações. Atualmente, é considerado um dos maiores festivais de rock independente do Brasil. O evento é realizada pela Monstro Discos.

Deixe um comentário