Goiânia e Curitiba registram maior prévia da inflação oficial de abril, acima da média nacional

Índice verificado para o Brasil na primeira quinzena deste mês é o maior desde janeiro de 2013. Alimento, transporte e combustível pressionaram resultado

Nesta primeira quinzena de abril o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) variou 0,78%, ficando 0,5% acima da taxa verificada em março (0,73%). Segundo os técnicos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), esta é a maior variação desde janeiro de 2013, quando o IPCA-15 foi de 0,88%. No acumulado deste ano o índice quinzenal subiu para 2,91%, 0,33 ponto porcentual acima da taxa verificada no mesmo período do ano passado.

O órgão aponta que dentre os índices regionais, os maiores verificados foram os de Goiânia e Curitiba, empatados em 1,10% . Pesaram no bolso do goianiense os aumentos da gasolina (2,62%) e do etanol (5,79%). O menor índice foi o de Belém, em que o grupo alimento variou 0,73% (abaixo do nacional, de 1,84%).

ipca 15 abril 2014

Os alimentos continuam seguindo a tendência de alta neste mês de abril, com variação de 1,84%, superando em 0,73% o índice verificado no mês passado. O setor de alimentação e bebida, portanto, foi o responsável por 0,45% de impacto na taxa, tendo respondido por 58% do IPCA-15.

Segundo o IBGE, o grupo alimento liderou a relação de impacto individual, principalmente as carnes –– impacto de 0,07 ponto porcentual –– devido à alta de 2,83%. A batata, com elevação de 26,96% resultou em impacto de 0,06 ponto porcentual. Em terceiro ficou o leite, que com aumento de preço na ordem de 5,70% gerou impacto de 0,05 ponto porcentual.

ipca 15 abril 2014 2

Deixe um comentário