Goiânia ainda não contará com distribuição de pílula que previne HIV

Segundo anunciou o Ministério da Saúde, a distribuição do medicamento será gradativa. Confira quais cidades serão beneficiadas

No mês em que é reforçado o alerta à prevenção da Aids, o Sistema Único de Saúde (SUS) deve finalmente começar a distribuir a pílula contra a infecção por HIV. Goiânia, entretanto, não está na lista de cidades benefciadas.

Segundo anunciou o Ministério da Saúde, a distribuição do medicamento será gradativa. Na primeira fase da oferta, apenas Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza, Recife, Manaus, Brasília, Florianópolis, Salvador e Ribeirão Preto participarão. A expansão deve acontecer para todo o país durante 2018, mas sem qualquer previsão.

O antirretroviral Truvada como profilaxia pré-exposição (PrEP) é fabricado pela farmacêutica americana Gilead e já era usado há alguns anos no coquetel de tratamento de soropositivos.

A PrEP consiste no consumo diário do medicamento por pessoas que não têm o vírus, mas que estão mais expostas à infecção, como profissionais do sexo, homossexuais, pessoas trans e casais sorodiscordantes (quando apenas um dos parceiros é soropositivo).

A decisão de distribuir a PrEP tornou-se pública em maio deste ano quando uma portaria do Ministério da Saúde determinou a incorporação do antirretroviral como profilaxia pré-exposição (PrEP) para populações sob maior risco de infecção por HIV.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.