Gloria Perez lembra 25 anos do assassinato de Daniela: “Filho não se conjuga no passado”

Leia o relato emocionante que a escritora publicou nas rede sociais

A escritora Gloria Perez usou as redes sociais nesta quinta-feira (28/12) para lembrar os 25 anos da morte da filha, Daniela Perez, assassinada no dia 28 de dezembro de 1992 pelo então colega de elenco Guilherme de Pádua.

Na época, Daniela e Guilherme formavam um par romântico na novela De corpo e alma, escrita por Gloria, quando o ator matou Daniela com 18 golpes de tesoura ao lado de Paula Nogueira Thomaz. “Filho não se conjuga no passado!”, escreveu ela.

Guilherme de Pádua, hoje pastor evangélico, cumpriu apenas seis dos 19 anos aos quais foi condenado pela Justiça. Ele contou com o apoio de Paula Thomaz, na época esposa, para matar a atriz. Paula Thomaz mudou o nome para Paula Nogueira Peixoto, casou-se e tem dois filhos.

Veja o relato emocionante:

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonia Tadeu

Foi barbaro montruoso tirou a oportunidade de um espirito Viver e ser feliz em trajetoria fisíca eu era adolescente qd aconteceu me chocou e até hj lembro com tristeza eu imagino a dor severa que sente o coração da mãe dela !!