Globo volta a receber mais verba do que TVs religiosas do governo Bolsonaro

Repasse para grupos evangélicos caiu um terço em comparação com 2020

Em fevereiro, Bolsonaro exibiu cartaz escrito “Globo Lixo”. | Foto: reprodução/Facebook

A TV Globo, constantemente criticada pelo presidente Jair Bolsonaro, voltou a ser a emissora que mais recebe verba do governo. A informação foi noticiada pela Revista Veja. A maior parte das verbas foi destinada para publicidade da administração federal por meio da Secretaria Especial de Comunição (Secom).

Do início do ano até novembro, a TV recebeu R$54 milhões, mais do que todo o ano de 2020 (R$50 milhões) e 2019 (33,3 milhões). Record e SBT, que mais receberam verba nos últimos dois anos, voltaram a ocupar segundo e terceiro lugar.

Enquanto em 2019 e 2020 as TVs religiosas receberam R$3,8 milhões e R$3,2 milhões, neste ano, o valor caiu para R$ 1,1 milhão. A mudança veio após parecer do Tribunal de Contas da União que apontou falta de critérios para rateio do dinheiro, já que a audiência da Globo é maior do que a da Record.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.